Rebanho de bovinos no Maranhão seria de 5,4 milhões de animais, segundo o Censo do IBGE

0
1705

AQUILES EMIR

Estudo da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA), publicado em 2017, informa que o plantel de bovinos e bubalinos no estado é de 7.611.202 animais, e com base nesses números foram apresentados resultados de coberturas vacinais contra febre aftosa acima de 98%, em cada etapa. Todos os anos, a imunização contra a doença é feita nos meses de maio e novembro.

Nesta quinta-feira (26), porém, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresentou o resultado parcial do Censo Agropecuário que traz números bem diferentes que podem gerar muita polêmica no meio agropecuário. Segundo o levantamento, a quantidade desses animais no Maranhão não chega nem a 5,5 milhões de reses, ou 2,1 milhões a menos do que diz a Aged.

Pelos cálculos do Censo, nem mesmo a soma de todos os animais – bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos, suínos e aves – chega próximo dos 7 milhões, pois daria 6,3 milhões, conforme explicitado no quadro abaixo.

De acordo com os números do IBGE, a quantidade de bovinos no estado seria de 5.412.019, uma diminuição acima de 400 mil reses na comparação com o plantel que havia em 2006, quando o Maranhão tinha 5.8812.164. Os bubalino seriam 57.305, mais de 4 mil da quantidade de 12 anos atrás, pois em 2006 o Maranhão teria 52.848. Na soma, povoariam os pastos maranhenses 5.469.324  bovinos e bubalinos.

Resultado de imagem para sebastiao anchieta
Anchieta que comparação de planilhas sobre esses dados

A divulgação dos números causou perplexidade no diretor-geral da Aged, Sebastião Anchieta, que diz ter havido um equívoco, pois pelos seus cálculos, o rebanho desses animais já ultrapassaria os 8 milhões de reses.

A fim de tirar as dúvidas, ele marcou uma reunião com técnicos do IBGE para a próxima segunda-feira (30) na qual deverão ser apresentadas as planilhas que atestariam esse levantamento, que difere muito das estatísticas do Estado.

O pecuarista Cláudio Azevedo, que foi presidente da Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) e é fundador do Fundo de Desenvolvimento Agropecuário do Maranhão (Fundepec), também contesta os dados do IBGE. Para ele, um dos indicadores sobre o rebanho de um estado é a quantidade de vacinas vendidas em cada etapa para erradicação da aftosa e são despachadas para o Maranhão mais de 8 milhões de doses nos meses de maio e novembro.

Já o professor César Viana, consultor da Federação da Agricultura do Maranhão (Faema), dá crédito aos números do IBGE e diz que este Censo vai ajudar a se esclarecer muitas fantasias sobre o potencial agropecuário maranhenses. Para ele, haverá um conflito de dados até se saber, afinal de contas, quanto temos de animais no estado.

O IBGE também mediu a quantidade de outros tipos de animais existentes no Maranhão. Veja os números sobre os planteis de 2006 e de 2017:

ANIMAIS 2006  2017 
Bovinos  5.812.164  5.412.019
Bubalinos   52.848   57.305
Caprinos   303.386   250.931
Ovinos   172.900   193.141
Suíno   698.858   622.622
Aves    7.726   9.605
Total 7.047.882 6.315.623

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui