Rigo Teles clama por Justiça pela morte do pai sem desconfiar do seu irmão

0
4262

AQUILES EMIR

Ao receber, quinta-feira (07), em Barra do Corda, a visita da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV) e outros políticos aliados, no velório do seu pai,  o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim, o deputado Rigo Teles (PV) clamou por justiça pelo que considerou um crime bárbaro. “Esperamos que esse crime seja elucidado o mais rápido possível. Nossa família chora e também Barra do Corda e o Maranhão”, afirmou Rigo Teles.

O que o deputado não sabia é que o provável arquiteto desse crime estava do seu lado, também chorando a perda do pai, o seu irmão Manoel Mariano de Sousa Filho, o Júnior de Nenzim, que foi preso nesta sexta-feira e transferido para a Penitenciária de Pedrinhas, em São Luís.

Segundo a polícia, Júnior de Nenzim tramou o crime para que não fosse descoberto um roubo de gado praticado por ele numa das fazendas da família, que o ex-prefeito já desconfiava e dava pela falta de pelo menos 500 animais bovinos. Mesmo estando com o pai baleado dentro do seu veículo, ele só se dirigiu a um hospital 40 minutos depois, quando a vítima já estava morta. Além disso, não soube descrever como se deu o atentado e ainda mandou lavar o carro antes da perícia analisá-lo.

Depoimentos – Ainda acreditando que a morte de Nenzim foi um ato de pistolagem que pudesse envolver adversários políticos ou mesmo inimigos por outras razões, os políticos que foram levar solidariedade à família de Nenzim também cobraram ação dura da polícia, e logo depois do sepultamento do ex-prefeito estava esclarecida a motivação do crime e o autor estava com prisão preventiva decretada.

Resultado de imagem para junior de nenzim
Rigo Teles chora nos ombros do irmão Júnior de Nenzim, autor intelectual da morte do seu pai

A ex-governadora Roseana Sarney disse na oportunidade que o crime precisava ser elucidado, para que o autor fosse encontrado e punido. “É preciso esclarecer o crime e punir os culpados. Quem quer que seja tem que ser punido. Não se pode tirar a vida de uma pessoa que só fez o bem assim tão brutalmente”, disse ela.

Eis os depoimentos dos políticos que foram ao velório:

  • “Para mim, particularmente, eu perdi um grande amigo. Seu Nenzim, antes de ser político, ele era um amigo. Sempre estivemos juntos nas campanhas políticas. Nunca me arrependi de tê-lo apoiado, porque sei que ele sempre trabalhou muito em favor do povo barra-cordense. Ele sempre ajudou as pessoas que mais precisavam. Estou aqui, hoje, para homenageá-lo e ajudar a família, neste momento de dor, para o povo de Barra do Corda e todo o Maranhão. Estou triste e muito emocionada. Espero que Deus o receba em sua nova morada e que Deus o acolha e conforte toda sua família” – Roseana Sarney (ex-governadora do Maranhão).
  • “Estamos, realmente, muito abalados. É uma tragédia inominável, uma perda irreparável. Queremos que seja apurada a responsabilidade daqueles que foram os mandantes, os criminosos o quanto antes. Não podemos ficar à mercê de boatos, de versões”Sarney Filho (ministro do Meio Ambiente).
  • Há de se procurar os culpados e puní-los de forma exemplar. Neste momento, a coisa mais difícil é o sofrimento de seus familiares. Seu Nenzim foi assassinado de forma cruel e é preciso que se faça justiça. Temos que elucidar esse bárbaro crime”– Edinho Lobão (suplente de senador)
  • “Um crime bárbaro e covarde que precisa, com urgência, ser elucidado e seus responsáveis punidos exemplarmente. Vamos aguardar as investigações que já estão em curso. Nenzim era um amigo e um político que prestou relevante serviços a região e ao Maranhão” – Cleomar Tema (presidente da Federação dos Municípios).
  • “É um momento muito difícil perder nosso pai dessa forma brutal e covarde. O que nos conforta abaixo de Deus são os amigos como a ex-governadora Roseana, minha amiga e amiga do meu pai de muitos anos, assim como o ministro Sarney Filho e Edinho Lobão. Estava na antessala do ministro Sarney Filho quando recebi a triste notícia” – Rigo Teles (deputado estadual e filho de Nenzim).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui