Roberto Rocha quer dividir riqueza do Maranhão com todos maranhenses

0
264

Primeiro sabatinado na série de entrevistas com os candidatos a governador, na TV Mirante, o senador Roberto Rocha (PSDB), afirmou não conhecer nenhum estado que tenha um potencial, em riquezas naturais, maior do que o Maranhão e que gostaria de dividir essa riqueza com todos os maranhenses.  

O candidato relacionou, ainda, como o grande desafio criar novas e fortalecer as cadeias produtivas já existentes, que vão possibilitar o crescimento econômico do estado. Ele citou como exemplo a soja, que é produzida principalmente em Balsas. “Esse é o desafio: pegar a soja, o milho, o milheto, e transformar em ração animal por um lado e, por outro lado, em óleo comestível”.   

Ao ser questionado sobre qual o seu plano para o Maranhão, citou o “Caderno de Boas Idéias”, registrado em cartório, no qual está seu plano de Governo, constituído em mais de 180 propostas.

Roberto Rocha falou ainda de dotar o estado de infraestrutura como boas estradas, retomada da livre iniciativa para a economia maranhense e a compensação da exploração das riquezas e potencialidades do estado.

Citou como exemplo a Base de Alcântara, sobre a qual, tem proposição de criação de um fundo financeiro de compensação para beneficiar comunidades existentes no município, como quilombolas, quebradeiras de coco, etc. Como experiência semelhante, disse que já garantiu a 23 municípios maranhenses cortados pela Estrada de Ferro Carajás, ao longo de 670 km de extensão da ferrovia, de serem beneficiados com royalties no valor de 15%, pelo escoamento da produção de minério de ferro, ou por serem afetados por operações de desembarque e embarque ou, ainda, para cidades onde se localizam pilhas de estéril, barragem de rejeitos ou instalações de beneficiamento. 

“O Maranhão é um estado rico. Temos que fazer os maranhenses serem sócios dessa riqueza”, afirmou Rocha.  

— 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui