Sampaio apenas empata com Juventude e se mantém na zona do rebaixamento

0
72

O Sampaio não passou de um empate sem gols contra o Juventude nesta terça-feira (17), em jogo válido pela 14ª rodada que havia sido adiado e por isto não conseguiu sair da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Outro empate seus gols foi entre Vila Nova e Brasil de Pelotas, que se enfrentaram pela 16ª rodada.

No Castelão, em São Luís, a partida começou movimentada. Logo no primeiro minuto de bola rolando, Reginaldo Júnior quase marcou de cabeça, mas o goleiro  Matheus evitou que o Sampaio saísse na frente. O time da casa ainda criou outras boas chances de gol com Danielzinho, aos 11, e Uilliam, aos 18 minutos, mas o time de Caxias do Sul (RS) soube neutralizar.  Aos 23, o Juventude quase marcou com Felipe. Dois minutos depois, Pará tentou o olímpico e só não conseguiu por conta da boa defesa de Andrey.

Na etapa final, o ritmo caiu. O Juventude, porém, teve a grande chance da vitória no último lance da partida. Guilherme foi levando a bola pela esquerda, passou por dois defensores bateu com força. A bola bateu na trave após leve desvio de Andrey e saiu pela linha lateral.

Com este resultado, o Sampaio Corrêa fica na 17ª colocação, com 16 pontos. O Juventude tem 18 e está no 13º lugar.

No Serra Dourada, em Goiânia (GO), Luiz Eduardo cabeceou uma bola no travessão do Vila Nova aos dez minutos de bola rolando e quase abriu o placar para o Brasil. O Tigre ficava mais com a bola, mas não chegou a criar nenhuma chance clara de gol. Na segunda etapa, o time da casa foi para cima e praticamente só ele atacou. O goleiro Marcelo Pitol fez grandes defesas e evitou a derrota gaúcha.

Com o empate, o Vila chegou a 27 pontos e segue no terceiro lugar. O Xavante foi 15 e continua na 18ª colocação.

Vitória – No Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), o Figueirense surpreendeu o Guarani e venceu por 3 a 2. Com o triunfo, o time catarinense foi a 25 pontos e assumiu a sexta colocação, se aproximando do G-4 da competição. O time campineiro tem 23 e agora está no oitavo lugar.

Aos sete minutos de bola rolando, Henrique Trevisan saiu de trás e subiu sozinho em cruzamento de Diego Renan, nas costas de Edson Silva. Ele cabeceou forte, no canto direito de Oliveira, e abriu o placar para o Figueirense. O Guarani não se abateu e arrancou o empate nove minutos depois. Willian Oliveira girou dentro da área e bateu. A zaga cortou e Longuine aproveitou o rebote para deixar tudo igual. Aos 29, Renan Mota tocou para Henan, que deixou de letra deixa para Gustavo Ferrareis. O meia bateu forte e Oliveira não conseguiu defender. Ainda no primeiro tempo, na marca dos 42 minutos, Kevin recebeu na direita e serviu Matheus Oliveira na área. O camisa 11 colocou a bola no canto direito de Denis e igualou o marcador novamente.

Na etapa final, aos 11, Renan Mota enfiou bom passe para Henan, que ficou cara a cara com Oliveira. O camisa 19 só teve o trabalho de deslocar o goleiro para colocar o Figueira na frente mais uma vez. O Bugre teve a grande oportunidade para evitar a derrota na marca dos 36 minutos. Pará recebeu na esquerda e cruzou. A defesa afastou e a bola ficou Longuine. Ele bateu torto e ainda assim conseguiu recuperar a bola. Quase na pequena área, o camisa 10 do Guarani rolou para Kevin, mas o chute saiu cruzado, sem direção, e a vitória ficou com o time catarinense.

Guarani e Figueirense voltam a jogar na terça-feira (24). O Bugre vai até Belém (PA) para enfrentar o Paysandu-PA, às 20h30 (de Brasília), no Mangueirão. Mais cedo, às 19h15 (de Brasília), o Figueirense-SC volta ao Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e enfrenta o Vila Nova-GO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui