Santos defende liderança do Brasileirão contra o Cruzeiro neste domingo em BH

0
67

Mantido na liderança ao término da rodada por conta do número de vitórias, o Santos vai ao Mineirão neste domingo (18) para enfrentar o Cruzeiro às 17h pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. A principal motivação do time de Jorge Sampaoli é a manutenção da diferença de pontos para o Flamengo e Palmeiras, que é de dois, mas pode aumentar para cinco e manter uma distância ainda maior para os demais concorrentes ao título.
Com 32 pontos e duas vitórias a mais que o Palmeiras, principal rival pela ponta da tabela neste momento, o Santos não perde a liderança em caso de derrota nesta tarde, no Mineirão. No entanto, pode ver além do empate palmeirense, Flamengo, Atlético Mineiro, São Paulo e Corinthians se aproximar substancialmente na tabela de classificação. Uma vitória em Minas Gerais mantém certa distância para estes adversários.

Já pelo lado do Cruzeiro, que é o 17º, com 11 pontos, portanto na zona de rebaixamento, a motivação da equipe e, principalmente, da torcida é a estreia do técnico Rogério Ceni, que assumiu terça-feira (13) após romper contrato com o Fortaleza.

Para conquistar a 11ª vitória na competição, o técnico argentino não poderá contar com o zagueiro colombiano Felipe Aguilar, suspenso. Além disso, o peruano Cueva que poderia voltar a ser relacionado deve ficar fora mais uma vez em decorrência de problemas familiar. O time deve voltar a jogar com dois zagueiros e a provável escalação é Everson; Victor Ferraz; Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Felipe Jonatan e Carlos Sánchez; Derlis González, Eduardo Sasha e Soteldo.

Velho conhecido do torcedor santista, Rogério Ceni é o novo técnico do Cruzeiro e fará sua estreia neste domingo. Derrotado pelo Internacional em casa no jogo de ida da Copa do Brasil, o time mineiro está na zona de rebaixamento do Brasileiro e precisa reagir. Mesmo assim a tendência é de que não haja grandes mudanças no time que vinha atuando e os donos da casa devem entrar em campo com Fábio; Orejuela, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho e Thiago Neves; Pedro Rocha e Sassá.

(Com informações do FPF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui