Sesc promove minicurso sobre expografias na Galeria Trapiche

0
326

O Serviço Social do Comércio (Sesc), órgão vinuclado ao Sistema Federação do Comércio (Fecomércio), promove, de 25 a 29 de abril, na Galeria Trapiche, no Centro Histórico, o minicurso Possibilidades expográficas e manuseio de acervo, com o objetivo de capacitar profissionais que atuam em equipamentos culturais e espaços expositivos. O curso será mediado pela arte-educadora e especialista em Artes Visuais Betânia Pinheiro.

“Esta é mais uma ação da Galeria Trapiche que tem como meta promover o fomento e o fortalecimento do segmento das artes visuais, no que diz respeito à capacitação dos profissionais da área. Desta forma, esperamos proporcionar mais conhecimento a quem atua na área sobre como desenvolver projeto expográficos, tão necessários hoje em qualquer espaço cultural com acervo de exposição”, destacou a diretora da Galeria Trapiche, Camila Grimaldi.

O curso é gratuito e as inscrições serão realizadas no local da oficina, por ordem de chegada, nesta segunda-feira (25). Serão oferecidas 20 vagas, com entrega de certificado ao final do curso. Poderão participar artistas, profissionais, estudantes e público geral. O curso acontecerá no horário de 9h às 12h, na área interna da Galeria Trapiche (Avenida Vitorino Freire, s/n, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande – Centro Histórico).

O termo expografia foi proposto em 1993 e se refere a colocação em exposição de tudo aquilo que diz respeito a ambientação. O minicurso propõe a reflexão sobre conceito e concepção de projetos expográficos de exposições de artes visuais no cenário contemporâneo. Dessa forma, apresentando estratégias de pensar a exposição de trabalhos artísticos em espaços expositivos, bem como demonstrar algumas técnicas e possibilidades adequadas ao manuseio, tratamento e montagem de acervos.

Arte-educadora, com especialização em Artes Visuais: Cultura e Criação, e técnica em cultura no Sesc Maranhão, Betânia Pinheiro atualmente desenvolve projetos e ações nas áreas das Artes Visuais, Literatura, Música, além de atividades de voluntariado, e pesquisa e leituras sistemáticas em curadoria educativa.

“É uma oportunidade de conhecermos os diferentes tipos de montagem de exposição em espaços diversos. Além da montagem, os participantes terão a oportunidade de conversar sobre materiais e formas alternativas de exposição”, destacou Betânia Pinheiro. Os participantes da oficina poderão levar trabalhos fotografados em outras exposições para serem utilizados como objeto de análise e discussão durante a oficina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui