Sesi anuncia unidade da Indústria do Conhecimento para o município de Alcântara

0
201

 

O  Conselho Regional do Serviço Social da Indústria (Sesi), vinculado ao Sistema Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), autorizou a construção de uma unidade da Indústria do Conhecimento no município de Alcântara. Na última terça-feira (11), o superintendente regional do órgão, Diogo Lima, reuniu-se com o vereador Antônio Rosa,  que pleiteou a instalação da unidade no município, e a vice-presidente da Fiema, Leonor de Carvalho, presidente do Sindicato das Indústrias de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado do Maranhão (Sindirepa), para as tratativas do processo de implantação da unidade.

“Hoje, foi uma reunião para debater os terrenos disponíveis para que o Sesi implante uma Indústria do Conhecimento na cidade de Alcântara. O pleito original foi do vereador Antônio Rosa e foi deferido pelo presidente Edilson Baldez. A superintendência do Sesi está tomando as medidas necessárias à continuação do projeto, respondendo ao vereador que o pleito será atendido, e solicitando que sejam indicados os terrenos para que se iniciem os processos de estudos para elaboração do projeto arquitetônico e futura licitação da unidade”.

As unidades Indústria do Conhecimento são centros multimeios, contendo biblioteca, DVDteca, CDteca, Gibiteca e computadores com acesso à internet projetados para proporcionar boas condições de leitura, estudo e pesquisa facilitando a promoção e o acesso à informação e ao conhecimento.

Leonor de Carvalho, Diogo Lima e o vereador Antônio Rosa

“A Indústria do Conhecimento é uma biblioteca multifuncional que, ao mesmo tempo em que serve de suporte pedagógico a toda rede pública e particular da cidade, atendendo toda a comunidade, ela também tem um laboratório de informática que serve como sala de aula, de modo que várias capacitações, tanto em educação de jovens e adultos como em educação continuada, educação profissionalizante podem ser feitas ali”, ressaltou Lima.

Serviço – A unidade marca o início das operações do Sesi, complementarmente e eventualmente, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) na cidade de Alcântara, vislumbrando as potencialidades do Acordo de Salvaguarda Tecnológico.

“Eu acredito que, com o acordo, vamos dar um passo à frente. Acho que os olhos estão voltados para Alcântara e acredito que, com isso, a cidade vai começar a crescer. E se cresce, nós precisamos capacitar a nossa juventude, para que possam se incluir na geração de emprego e renda que a nossa cidade vai oferecer”.

Atualmente, o Sesi possui unidades Indústria do Conhecimento em São Luís, Açailândia, Aldeias Altas, Arari, Balsas, Barreirinhas, Buriti Bravo, Caxias, Codó, Colinas, Estreito, Imperatriz, Lago da Pedra, Matões do Norte, Pastos Bons, Raposa, Rosário, Santa Rita e São Domingos do Azeitão. Além delas, já estão prontas para inaugurar unidades em Bacabeira, Itapecuru Mirim, Morros, Paço do Lumiar e Timon.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação