Sesi orienta trabalhadores das indústrias para se protegerem da infecção do covid-19

0
46

A fim de orientar indústrias que atuam nos serviços essenciais quanto aos cuidados no combate à covid-19, o Serviço Social da Indústria do Maranhão (Sesi-MA), órgão vinculado ao Sistema Federação das Indústrias (Fiema), iniciou, terça-feira (19), mais uma sequência de atendimentos do projeto Blitz Sesi contra a COVID-19. A iniciativa abrange a distribuição de máscaras e kits de higiene (sabão líquido, sabão em barra e álcool em gel) para trabalhadores.

As ações estão sendo desenvolvidas em São Luís, cidade com maior número de infectados pelo coronavírus. Além das ações preventivas está sendo divulgado o Guia Sesi de Prevenção à Covid-19 e do serviço de acolhimento psicológico do Sesi. O objetivo é levar informação para as empresas de diversos segmentos.

O projeto iniciou para indústrias da construção civil, com atendimentos em canteiros de obra da capital. Dessa vez, serão atendidas padarias e oficinas mecânicas, ligadas à indústria de alimentos e de reparação automotiva.

Essa ação tem especial importância, na medida em que vai ao encontro do trabalhador, em atividades econômicas que não puderam parar, levando materiais de higiene e de proteção, provendo informações de técnicos especializados sobre os cuidados que devem ser tomados nesse período, e divulgando serviços complementares oferecidos pelo SESI-MA, como o de apoio psicológico online e gratuito.

Nesta quinta-feira (21), haverá atendimento nos seguintes locais:

  • Prontocar Serviços e Peças Ltda. (São Cristóvão) – 8h
  • Auto Peças Tirirical (São Cristóvão) – 8h30
  • Panificadora Janaína (Janaína) – 9h30
  • Empório Sabor Padaria (Parque Shalom) – 8h
  • M. da Cruz Silveira Confeitaria (Cohafuma) – 8h30

Já receberam atendimento as seguintes empresas: Pão Já (Cohatrac):

Pão Dourado (Cohatrac III) e  Sonho de Pães (Cohatrac), terça-feira, e  Canopus (obra do Village Palmeiras Prime 2 – Cohama), Mundo de Coisas (Renascença),  Vitapão (Calhau) e Buona Massa (Vinhais).

Cestas básicas – O Sesi também fez a entrega, em abril, de 75 toneladas de alimentos (cestas básicas) que serão doadas às famílias afetadas dos 20 municípios maranhenses que decretaram situação de emergência em consequência das enchentes.

Graças à parceria com a Federação dos Municípios, as cestas doadas foram distribuídas em Açailândia, Aldeias Altas, Alto Alegre do Pindaré, Arame, Bacabal, Boa Vista do Gurupi, Carutapera, Caxias, Codó, Conceição do Lago-Açu, Davinópolis, Grajaú, Imperatriz, Itaipava do Grajaú, Itapecuru-Mirim, Nina Rodrigues, Pedreiras, São Luiz Gonzaga, Trizidela do Vale e Vitória do Mearim e possíveis outros municípios.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui