Socialistas vencem eleição na Espanha, mas perdem força política

0
205

A Espanha voltou às urnas pela segunda vez este ano e os socialistas do Partido Socialista Obrero Español (PSOE) ganharam as eleições gerais deste domingo (10), mas sem maioria absoluta. O PSOE ganhou com 28% e perdeu três deputados, comparativamente às eleições de abril passado, ficando com 120 deputados.

O conservador Partido Popular (PP) elegeu mais 21 deputados e reforçou-se como segunda força política espanhola com quase 21% dos votos,

A novidade do pleito foram os 15,9% da legenda Vox que, com 52 deputados (mais 28 do que elegeu em abril), passa a ser a terceira força política.

Segue-se o partido Unidas Podemos, que alcançou os 12,84%, embora tenha perdido sete deputados, e o Ciudadanos que, com 6,79%, passou de 57 para 10 deputados, o que levou Albert Rivera, líder da legenda, a apresentar sua demissão.

Impasse – Sem maioria absoluta e com perda de força parlamentar por parte da esquerda, as últimas eleições voltam a trazer um impasse político na Espanha. Mas Pedro Sánchez, líder do PSOE, já garantiu que vai haver um “governo progressista”.

O bloco de partidos da esquerda espanhola formado pelo PSOE, Podemos e Mais País (considerado extrema-esquerda) supera apenas em seis deputados o de direita formado pelo PP, Vox e Cidadãos. O bloco de partidos de direita aproxima-se agora do de esquerda, considerando que em abril estavam separados por dezesseis lugares.

(Agência Brasil com informações da RTP, emissora pública de Portugal)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui