Tema manda recado a Weverton: “lugar de senador é em Brasília”

0
893

AQUILES EMIR

A briga pelo controle da Federação das Associações dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) está acirrando uma briga entre dois dos principais aliados do governador Flávio Dino (PCdoB): o prefeito de Tuntum e atual presidente da entidade, Cleomar Tema, e o deputado federal e senador eleito Weverton Rocha (PDT), que decidiu apoiar o candidato da oposição, Erlânio Xavier, prefeito de Igarapé Grande. Nesta sexta-feira (18), Tema acusou o senador de estar aliando prefeito e disse que o lugar dele é em Brasília, lutando pelos interesses do Maranhão.

Na entrevista coletiva concedida nesta tarde, Cleomar Tema disse que vai vencer as eleições com 105 votos, o que cria uma confusão matemática, já que o adversário diz possuir 130 votos, e no Maranhão são apenas 217 municípios, sendo que apenas 195 prefeitos estão aptos a votar. O pleito será no próximo dia 30.

Tema aproveitou a oportunidade para criticar a postura do senador pedetista, afirmando que ele está aliciando prefeitos para que votem no candidato da predileção dele, Erlânio Xavier.

“Lugar de senador é em Brasília, lutando em benefício do Estado e não agindo numa disputa de uma entidade municipalista como a Famem. É uma luta desigual e o senador tem que adotar outra postura e não aproveitar essa disputa para a montagem do seu projeto de poder”, desabafou, Tema, que elogiou o comportamento do governador Flávio Dino (PCdoB), que, segundo ele, não está interferindo e nem determinando a seus auxiliares que se intrometam nesta eleição.

Balanço – O presidente da Famem fez um rápido balanço de suas atividades, afirmando que, em apenas 15 dias do governo de Jai Bolsonaro já esteve em cinco ministérios em Brasília, tratando de interesses dos municípios maranhenses.

“Com o ministro chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, General Santos Cruz, tivemos a garantia da liberação dos precatórios do Fundeb, da ordem de R$ 7,7 bilhões e discutimos ainda sobre a PEC do 1% para o FPM, que vai vigorar a partir de setembro e ele nos pediu que retornássemos ao seu gabinete dentro de 30 dias”, afirmou.

Com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, com quem esteve na companhia do vice-governador Carlos Brandão e toda a bancada federal, debateu investimentos para o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). Também acompanhou o vice-governador ao Ministério da Infraestrutura, cuja pauta foi sobre a duplicação da BR-135.

De acordo com o presidente da Famem, com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ele dialogou sobre o fortalecimento da agricultura familiar, tendo ela se mostrado entusiasmada com as idéias que lhes foram apresentadas, havendo agendado uma visita ao Maranhão, através do presidente da entidade, para o mês de fevereiro.

“São várias as nossas conquistas e isso nos deixa extremamente  satisfeito. “Sou um municipalista convicto e não atuo por um projeto de poder. Acredito na união do nosso  grupo e na vitória no próximo dia 30”, assegurou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui