Donald Trump manifestação intenção de assinar acordo com a China

0
204
U.S. President Donald Trump and China's President Xi Jinping make joint statements at the Great Hall of the People in Beijing, China, November 9, 2017. REUTERS/Jonathan Ernst - RC1CFD862A40

Há sinais de que os Estados Unidos e a China poderão amenizar suas posições em relação a uma disputa comercial. O presidente americano, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (12) que consideraria um acordo comercial preliminar com a China. Acrescentou que preferiria chegar a um acordo abrangente, mas vai considerar um de caráter provisório.

Como outro sinal de que a tensão está diminuindo, a China sugeriu anteriormente que estaria se preparando para reiniciar as importações de produtos agrícolas dos Estados Unidos.

O Ministério do Comércio disse que as companhias chinesas estão interpelando sobre os preços de soja e de carne suína dos EUA. A divulgação ocorreu logo depois de os Estados Unidos terem anunciado que adiarão a implementação do aumento de tarifa adicional sobre artigos chineses.

Coreia do Norte – Em entrevista, Trump declarou que quer se encontrar com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, “em um determinado momento” neste ano.

Ele acredita que Kim também deseja o encontro. Contudo, não deu qualquer informação específica sobre o local ou quando outro encontro de cúpula poderá acontecer.

As observações de Trump são feitas no momento em que uma funcionária de alto escalão da Coreia do Norte declarou que o governo norte-coreano está pronto para reiniciar as negociações com Washington sobre desnuclearização.

Nesta semana, Trump demitiu o conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, que defendia atitude mais severa em relação à Coreia do Norte, que aquela com enfoque no diálogo.

(Agência Brasil com informação da AHK, emissora pública de televisão do Japão)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui