Último dia de desfile de escolas e blocos leva grande público para a Passarela do Samba

0
1521

Centenas de pessoas lotaram as arquibancadas para assistir ao segundo dia de desfile das escolas de samba do grupo especial.  As apresentações das escolas de samba na passarela do Anel Viário, na segunda-feira de carnaval, iniciaram por volta das 22h, com a Unidos de Fátima, que este ano trouxe à passarela o tema “O Menino Rei e Saga do Guerreiro de Ogun”.

Em seguida foi a vez da escola Túnel do Sacavém e toda sua alegria ao desfilar na passarela com seus 1.600 componentes distribuidos em 13 alas e quatro carros alegóricos.

A Turma do Quinto também arrebatou o público, inundando a passarela de azul e branco e seu ritmado samba-tema que este fez menção à “Alcântara divina, o cantar de encantarias”. E já era madrugada quando a Favela do Samba entrou na passarela, com suas 17 alas e seus dois mil componentes cantando o samba-tema da agremiação: sob o brilho de um cometa chamado Jesiel.

O desfile das escolas de samba na passarela do Anel Viário fechou com a Marambaia, grande campeã do ano passado, que também fez bonito mais uma vez. A escola trouxe à passarela a história do Cine Marambaia, contagiando o público com seu samba-tema.

Blocos tradicionais – As apresentações das agremiações na Passarela do Samba do Anel Viário começaram desde as 18 horas, com os grupos de tambor de crioula, blocos organizados e turmas de samba. Os tambores de crioula de Ubaldo e Seu Fausto levaram à Tenda do Tambor uma belíssima exibição da mais genuína das manifestações culturais maranhenses. Já o desfile das Turmas de Samba, como os Ritmistas de São José de Ribamar e Ritmistas da Madre Deus, deram ritmo e originalidade à festa que tem o samba como foco.

Em seguida, entraram na passarela toda a cadência contagiante dos blocos organizados Beatos do Samba, Unidos do Porto Grande, Unidos da Vila Isabel, Os Liberais e Turma do Saco.

Passando férias em São Luís, a mineira Rose Duarte disse que estava deslumbrada com a beleza das apresentações. “Eu gostei muito, as indumentárias estão belíssimas e a animação não deixa nada a desejar”, disse.

 

A aposentada Darcy Maciel também considerou a beleza das indumentárias como o ponto forte do desfile. “Eu moro em São Luís e nunca tinha assistido o desfile das escolas de samba. Achei simplesmente lindo”, concluiu ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui