Vale vai investir R$ 52,2 milhões para recuperar prédios coloniais e outros projetos em São Luís

0
789

A Vale vai investir na cidade São Luís R$ 52,2 milhões em construção e reformas de escola, restauro de casarões coloniais no Centro Histórico, programa de alfabetização etc. O anunciou foi feito nesta terça-feira (02) pelo seu diretor-presidente, Eduardo Bartolomeo, que fez ainda uma doação de R$ 8,14 milhões ao Corpo de Bombeiros, em reconhecimento ao serviço prestado pela corporação à população do estado.

Na área de Educação, os Institutos Estaduais de Educação, Ciência e Tecnologia (IEMAs) também serão contemplados com a implantação de 12 novos laboratórios nas unidades de São Luís (Centro e Itaqui-Bacanga) e Santa Inês. Também será contemplado com recursos da mineradora o programa Escola Digna, com a construção de cinco novas escolas com mobiliário e sistema de abastecimento de água em São Pedro da Água Branca, Igarapé do Meio, Tufilândia e Vila Nova dos Martírios, bem como reformas de três escolas, em Arari, Monção e Bom Jesus das Selvas.

Com foco estruturante, a Fundação Vale atuará no processo de alfabetização plena de crianças de até 8 anos em 23 municípios do Maranhão, ao longo de 10 anos, alcançando mais de 200 mil estudantes, 1.500 escolas municipais e estaduais e mais de sete mil educadores da pré-escola e dos anos iniciais do ensino fundamental formados.

Outra linha de atuação está relacionada à promoção do livro e da leitura no Ensino Fundamental e Médio e projetos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), incluindo a doação de acervo às escolas. Apoiará, ainda, a Secretaria de Estado da Educação com diagnóstico e melhoria dos fluxos e processos.

A melhoria na qualidade da gestão da educação e nos processos de alfabetização é um compromisso de uma rede de parceiros, formada por instituições especializadas e dedicadas. São eles: Governo do Estado do Maranhão, Associação Cidade Escola Aprendiz, Ação Educativa, Instituto Avante, Instituto Formação, INAF, IPTI, Falconi, Movimento Todos pela Educação, Vale e Fundação Vale.

O governador Flávio Dino (C) com o diretor-presidente da Vale, Eduardo Bartolomeu, e o diretoro de Relações Institucionais da mineradora, Luiz Eduardo Osorio (D)

Patrimônio Histórico – A mineradora vai formar ainda parceria com o programa Nosso Centro, desenvolvido pelo Governo do Estado, assumindo a execução de obras de reforma em casarões, selecionados em comum acordo com o Estado, que será responsável pela elaboração dos projetos executivos.

O investimento em saneamento contempla um diagnóstico de abastecimento de água e esgotamento sanitário em São Luís e Raposa.

Para contribuir com o combate à criminalidade ao longo da Estrada de Ferro Carajás, a Vale cederá quatro imóveis da empresa, em regime de comodato, à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) para que as Polícias Militar e Civil instalem bases operacionais, administrativas, centros de treinamento e alojamentos. Os imóveis estão localizados nas cidades de Vitória do Mearim, Alto Alegre do Pindaré, Açailândia e São Pedro da Água Branca.

Eis os compromissos firmados pela Vale em parceria com o Governo do Estado:

  • R$ 36 milhões para Educação
  • R$ 15 milhões para obras de valorização do Patrimônio Histórico
  • R$ 1,4 milhão para Saneamento Básico
  • Cessão de quatro imóveis para implantação de Complexo das Polícias Vitoria, alto alegre, Açailândia e São Pedro da Água Branca
  • R$ 8,14 milhões para Corpo de Bombeiros
  • Total: R$ 60,3 milhões

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui