Vale reproduz a praça do Largo do Carmo em seu estande na Feira do Livro

0
124

O Largo do Carmo ganha destaque na 13ª Feira do Livro de São Luís (FeliS). O local, que foi palco de momentos marcantes da história da capital maranhense, além de inspiração para os escritores do estado, será reproduzido no estande que a Vale preparou para a edição deste ano da feira literária, que também conta com o patrocínio da mineradora.

Além da reprodução do Largo do Carmo, o estande apresenta diversas ações voltadas para a valorização do patrimônio Cultura do Maranhão. No espaço que valoriza a interação, o público poderá conferir algumas curiosidades sobre o Largo do Carmo, como rememorar que o local foi centro palpitante de São Luís, espaço de discussões políticas, boêmia e vida comercial da cidade.

O estande também apresenta os tradicionais janelões do Centro Histórico, que servirão para o público conferir as informações sobre os principais investimentos da Vale no estado, a exemplo das reformas do Largo do Carmo e da Praça João Lisboa. As reformas e revitalizações desses espaços são mais uma das iniciativas de preservação e valorização do patrimônio que a empresa está realizando em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Prefeitura Municipal de São Luís.

Durante a feira, o visitante, especialmente as crianças, receberá uma revistinha para colorir, mostrando os principais pontos históricos de São Luís, onde a Vale já realizou algum tipo de apoio. Haverá ainda contação de histórias e oficinas de pintura e customização de lápis. Nos dias 12 e 13, a programação de contação de história será das 10h30 às 10h50 e das 11h30 às 11h50. A oficina de pintura será das 17h30 às 17h50.

Na programação do estande, a contação de história será de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 10h50; das 14h30 às 15h50; das 15h30 às 15h45 e das 18h30 às 18h50. A oficina de customização de lápis será das 17h às 17h30.

No final de semana de encerramento da feira, dias 19 e 20, o estande tem contação de história das 10h30 às 10h50, das 11h30 às 11h50, 15h30 às 15h50 e das 16h30 às 16h50. A oficina de pintura será das 17h às 17h30. Com mais dois horários no domingo, às 18h30 e às 19h30.

Para encerrar a programação de sábado, 19, a Banda da Estação Conhecimento de Arari apresenta um sarau às 19h, que vai animar a 13ª FeliS com canções regionais e recital de poesias.

A Fundação Vale também participa da 13ª edição da Feria do Livro de São Luis com rodas de conversa sobre “Leitura e Literatura em Unidades Prisionais”, “Rotas e Redes Literárias – trilhando caminhos para a leitura nas escolas”, “Literatura na Educação de Jovens e Adultos”, “Leitura, trajetória de vida e território” e “Letramento racial e trajetória de vida”. As ações serão de 17 a 19 de outubro, nos espaços Casa do Professor, Espaço Mulher e Café Literário.

Investimento da Vale no Maranhão

  • Os investimentos socioambientais no MA acompanham as operações da empresa no estado há 33 anos.
  • A contribuição da Vale para o desenvolvimento do território acontece por meio do recolhimento de impostos, investimentos voluntários, empregos diretos e indiretos, compras locais, entre outros.
  • Em 2018: investimento em geração de renda, educação e saúde foi de R$ 2,5 milhões; 9.250 empregos, incluindo próprios e terceiros permanentes, com massa salarial de quase bilhão de reais; R$ 2,6 em compras locais.
  • Em 2018, a Fundação Vale investiu no Maranhão R$ 14,7 milhões em projetos estruturantes.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui