Vendas de veículos diminuem em maio no Maranhão, mas acumulado do ano é positivo

0
214

AQUILES EMIR

De janeiro a maio deste ano, foram emplacados no Maranhão 32.650 veículos, 0,13% a mais do que no mesmo período de 2017, quando foram registrados 32.609. O segmento que registrou melhor desempenho foi o de automóveis e comerciais leves, com 22,07% a mais, pois foram 11.992 em 2018 contra 9.824 ano passado, mas houve uma queda acentuada nas vendas de motos, de 11,34%.

Apesar do bom desempenho do acumulado em cinco meses, no geral, os emplacamentos do mês passado tiveram queda de 2,16% na comparação com abril, pois foram 6.752 unidades de maio contra 6.901 do mês anterior e houve uma queda, também, de 11,57%, na comparação com maio do ano passado, que somaram 67.635.

De acordo com o levantamento, foram registrados mês passado 2.557 emplacamentos de automóveis (2.066) e comerciais leves (491). Os veículos pesados registram 170, sendo 164 caminhões e seis ônibus. As motocicletas aparecerem com 3.732. Em abril, os emplacamentos haviam somado 2.673 automóveis (2.185) e comerciais leves (488). Os veículos pesados foram 104, sendo 93 caminhões e 11 ônibus, e as motocicletas, 3.981.

O mesmo desempenho foi registrado na capital. Houve um aumento de 8,49% no acumulado dos cinco meses, queda de 8,62% na comparação com abril e queda também de 7,34% na comparação com maio de 2017. Em maio, os emplacamentos de automóveis e comerciais leves somaram 1.297, ônibus e caminhões 43 e motocicletas 447 (veja quadro).

Para empresários do setor, a paralisação dos caminhoneiros influenciou neste desempenho, pois foram dez dias de rodovias bloqueadas, sem que os veículos fossem entregues nas concessionárias. O efeito foi tão devastador que as montadoras diminuíram as metas de suas revendas, pois sabiam que dificilmente iriam atender os pedidos. Também foram prejudicadas as vendas feitas pela internet, cuja retirada é feita na autorizada.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui