Vendas de veículos no Maranhão registram queda de 13,72% em junho

0
386
Modelos mais sofisticados ganham preferência dos consumidores de veículos em São Luís

AQUILES EMIR

O comércio de veículos no Maranhão sofreu uma queda de 13,72% em junho na comparação com maio e o acumulado dos seis meses sofreu uma retração de 9,23% em comparação ao primeiro semestre do ano passado. Os números foram divulgados nesta terça-feira (05) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), que aponta uma queda também nível nacional, de 3% no mês passado em comparação anterior e de 5,48% entre o primeiro semestre dos dois anos.

De acordo com os números, foram emplacados em junho, no estado, 6.588 veículos, enquanto no mês de maio, que teve um aumento de 50% em relação a abril, foram 7.636. A maior queda foi verificada no segmento de veículos pesados, pois foram apenas 93, sendo 86 caminhões e sete ônibus, e no mês anterior tinham sido 108 caminhões e 28 ônibus, o que deu um total de 136, o que representou uma variação negativa de 31,62%.

Quanto ao segmento de automóveis e comerciais leves, a retração foi de 3,18%. Em junho foram 2.248 emplacamentos contra 2.359 de maio. No que diz respeito ao segmento de duas rodas, houve uma queda de 18,04%, com 4.116 motocicletas emplacadas em junho contra 5.022 de maio.

O desempenho negativo foi verificado também na capital, onde a retração foi de 10,81%, mês passado, e de 1,99% no semestre. Segundo a Fenabrave, em junho foram emplacados em São Luís 1.765 veículos contra 1.979 do mês de maio. De acordo com a estatística, no acumulado dos seis meses foram emplacados 10.262 veículos contra 10.470 nos seis primeiros meses do ano passado. Na capital, foram 1.200 automóveis e comerciais leves em junho contra 1.300 de maio. Veículos pesados, 19 contra 66 de maio, ou seja, -71,21%, e as motocicletas 527 de junho contra 593 de maio (-11,13%).

Brasil – O setor de distribuição de veículos no Brasil registrou retração de 3% nas vendas em junho, na comparação com maio, com 277.194 unidades comercializadas, considerando todos os segmentos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros). Na comparação com junho do ano passado, no entanto, houve crescimento de 5,15% nas vendas. No primeiro semestre de 2017, foram emplacadas 1.505.453 unidades ante 1.592.711 no mesmo período de 2016, o que representou uma queda de 5,48% para todos os setores somados.

Considerando apenas os veículos leves – carros de passeio e comerciais leves – , as vendas em junho deste ano cresceram 13,71% em relação ao mesmo mês de 2016, com 189.229 unidades emplacadas este ano contra 166.416 em junho do ano passado. Em relação a maio, as vendas nesses segmentos tiveram leve queda de 0,47%. No acumulado do ano, de janeiro a junho, as vendas nesses segmentos cresceram 4,25%, com 991.475 unidades comercializadas no primeiro semestre de 2017, contra 951.098 no mesmo período de 2016.

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr., apesar de o mês de junho ter tido um dia útil a menos que maio (21contra 22)), o crescimento da média diária, em 4,5% para automóveis e comerciais leves, que chegou a 9 mil unidades emplacadas, praticamente, anulou este efeito. “O mês de junho mostrou-se bastante agitado politicamente, gerando, inclusive, uma pequena queda nos índices de confiança de curto prazo. Porém, isso não afetou a tendência de melhora, resultando num encerramento de primeiro semestre positivo em 4,25%”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui