Deputado Waldir Maranhão diz que vai disputar o Senado pelo PSDB

0
298

AQUILES EMIR

O deputado federal Waldir Maranhão (PSDB) informou nesta quinta-feira (05) que a sua pré-candidatura ao Senado está mantida e que vem trabalhando para viabilizar sua indicação pelo partido na convenção de 04 de agosto, quando deverá ser confirmada a candidatura do senador Roberto Rocha ao Governo do Estado e firmadas as coligações com vistas ao pleito de outubro. Sem mencionar o nome do também deputado federal José Reinaldo Tavares, que também se anuncia como pré-candidato, ele declarou que o outro candidato, pelas manifestações de tucanos, deve ser o do deputado estadual Alexandre Almeida.

Indagado sobre como fica a situação do deputado José Reinaldo, Maranhão fez um aceno com a cabeça como se quisesse dizer “não sei”, mas lembrou que quando ingressou no PSDB, após a frustrada a tentativa de ser um dos candidatos do governador Flávio Dino, respeitou as pretensões de todos os filiados da sua nova legenda e que ao longo desse processo apenas tratou de ajudar a fortalecer o ninho tucano e a candidatura de Roberto Rocha, isto é, sempre remendo com os demais companheiros numa mesma direção e hoje sente que é um nome confiável.

Waldir Maranhão frisou ainda que em nenhum momento abandonou o plano de ser senador, e que deixou o grupo do governador Flávio Dino porque percebeu que este não lhe daria a legenda, apesar de nunca ter sido explícito, mas tudo indicava que os seus preferidos eram os dos também deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS), enquanto ele (Maranhão) e Zé Reinaldo vinham sendo “embalados”.

Com a mudança de partido, ele, mesmo não tendo desistido do seu projeto original, procurou não forçar a barra, tratando de ser o mais útil possível a quem lhe abriu as portas, e deixou que as coisas ocorressem naturalmente, portanto acha que tem sido leal e gostaria que esta lealdade fosse correspondida pelos companheiros de legenda, caso enxerguem nele um nome ideal para representar o estado no Congresso Nacional.

Por esta postura discreta, acredita, muitos pensaram que havia desistido de ser senador, o que levou até mesmo os institutos de pesquisa a retirarem seu nome das avaliações sobre intenções de voto. Nos próximos dias, porém, ele pretende deixar esta pretensão mais clara e buscar apoio que ainda lhe faltam para se tornar competitivo.

A declaração do deputado foi dada no evento da Companhia de Desenvolvimento das Bacias do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), na Federação das Indústrias, em que foi apresentado o projeto de revitalização do rio Itapecuru, projeto fruto de emenda parlamentar do senador do Roberto Rocha. Além dele, participou o deputado estadual Wellington do Curso e o prefeito de Codó, Francisco Nagib (PDT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui