Flamengo garante classificação com empate e Atlético Mineiro assume liderança do seu grupo

0
220

Flamengo jogou boa parte da partida com um a menos

O Flamengo recebeu a LDU (Equador), na noite desta quarta-feira (19), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), e arrancou um empate de 2 a 2 para garantir a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. No outro jogo da noite envolvendo time brasileiro, o Atlético Mineiro, já classificado, derrotou o Cerro Porteño (Paraguai) por 1 a 0, no estádio La Olla, em Assunção (Paraguai), e assumiu a liderança geral da competição continental (o que lhe garante vantagem em fases posteriores).

Após a igualdade em casa, o Rubro-Negro permanece na liderança do Grupo G com 11 pontos, dois a mais do que o vice-líder Vélez Sarsfield (Argentina). Já a LDU ficou na terceira posição, com 5 pontos e sem chance alguma de classificação.

O técnico Rogério Ceni optou por entrar em campo com uma formação diferente, um 4-4-2 sem lateral esquerdo de origem no qual Filipe Luis, Diego, Arrascaeta e Bruno Henrique foram poupados. O atacante Pedro entrou na frente para fazer dupla com Gabriel Barbosa. Mas a nova proposta de jogo vai por água abaixo logo aos 14 minutos do primeiro tempo, quando o volante Willian Arão levou cartão vermelho direto após entrada dura em Amarilla.

Porém, mesmo com um homem a menos, o Rubro-Negro conseguiu abrir o placar aos 31 minutos, quando, após cruzamento de Matheuzinho, a defesa afastou mal e a bola sobrou para Pedro, que bateu de direita. Três minutos depois, a LDU empatou, com gol de cabeça do zagueiro Guerra. E novamente em lance pelo alto, mas aos 14 minutos da etapa final, o time equatoriano virou o marcador. Muñoz cruzou, Amarilla ajeitou e Johjan Julio bateu de direita. Este foi o 13º gol que o Flamengo sofreu em 2021 em jogada aérea.

A desvantagem no marcador não desanimou a equipe de Rogério Ceni, que permaneceu em busca do gol da classificação. E, de tanto tentar, aos 42 minutos a classificação é garantida, quando Gustavo Henrique faz de cabeça após o uruguaio Arrascaeta, que entrou no decorrer da etapa final, levantar a bola na área em cobrança de falta.

Galo – Com a vitória desta quarta, o Galo fica na liderança do Grupo H com 13 pontos, seis a mais do que a equipe paraguaia.

Com a vaga assegurada, o técnico Cuca mandou a campo uma equipe alternativa, poupando vários atletas para o segundo jogo da final do Campeonato Mineiro, contra o América-MG no próximo sábado (22), isso fez com que o Atlético-MG até tivesse certo domínio das ações, mas sem conseguir abrir o marcador.

O Galo só conseguiu garantir o triunfo na segunda etapa, quando o técnico Cuca decidiu colocar no gramado Hulk, Zaracho e Keno, que marcou o gol da vitória. Aos 46 minutos, o camisa 11 dominou, se livrou de Espínola com um lençol e bateu com categoria.

(Agência Brasil com foto da Conmebol)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação