Atlético do Paraná vence Júnior Barranquilla nos pênaltis e conquista a Sul-Americana

0
1266
Com o apoio de mais de 40 mil torcedores, um recorde de público na Arena da Baixada, o Atlético do Paraná venceu o Junior Barranquilla nas cobranças de pênaltis, após um empate de 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, e ficou com a taça da Conmebol Sul-Americana. Pablo, no primeiro tempo, marcou para o time da casa e Téo Gutiérrez empatou na segunda etapa. Na prorrogação, Barrera ainda perdeu um pênalti, que poderia selar a vitória dos colombianos.O Atlético começou controlando a partida e a primeira chance foi aos cinco minutos. Nikão cobrou falta e Pablo desviou de cabeça, com perigo, por cima do gol. Um minuto depois, Renan Lodi recebeu na esquerda, fintou dois marcadores e arriscou o chute. A bola saiu fraca, à direita.

A pressão seguiue aos 26 minutos, com bola roubada no meio-campo, Pablo tabelou com Veiga e ficou cara a cara. O chute no canto até tocou nas mãos do goleiro, mas morreu no fundo das redes: 1 a 0!

Créditos: Miguel Locatelli/Site Oficial

Empate – Na segunda etapa, o Junior subiu a marcação e aos 12 minutos empatou com Téo Gutiérrez, após cobrança de escanteio.

Com o empate o jogo foi para a prorrogação e a melhor chance foi desperdiçada aos três minutos do segundo tempo. González foi derrubado por Santos dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Barrera isolou!
Ficha técnica:
Athletico Paranaense: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Bruno Guimarães e Lucho González (Wellington, aos 27’ do 2ºT); Nikão (Marcinho, aos 8’ do 1ºT da prorrogação), Raphael Veiga e Marcelo (Rony, no intervalo); Pablo (Bergson, aos 8’ do 1ºT da prorrogação). Técnico: Tiago Nunes
Junior Barranquilla: Viera; Piedrahita, Gómez (Ávila, no intervalo da prorrogação), Pérez e Fuentes; Narváez, Sanchéz (González, aos 28’ do 2ºT), Cantillo e Barrera (Moreno, aos 10’ do 2ºT da prorrogação); Díaz e Téo Gutiérrez. Técnico: Julio Comesaña.Pênaltis – Pelo Júnior, Narváez bateu e marcou; Fuentes chutou na trave esquerda; Pérez bateu no canto esquerdo e Santos quase pegou;Téo Gutiérrez bateu pra fora;Viera bateu no canto direito e marcou.
Pelo Atlético, Jonathan chutou com categoria e marcou; Raphael Veiga bateu alto, no canto direito, e marcou; Bergson cobrou no canto direito, à meia altura, e fez; Renan Lodi chutou pra fora, no canto esquerdo; Thiago Heleno anotou o gol do título!

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação