Eduardo Braide diz que com decisão do PSDB, “nosso time está cada vez mais forte”

0
695
Em São Luís, o novo prefeito é o deputado federal Eduardo Braide, do Podemos

AQUILES EMIR

De nada adiantaram os apelos do deputado estadual Wellington do Curso ao senador Roberto Rocha (presidente estadual do PSDB) e ao deputado federal Eduardo Braide (pré-candidato a prefeito de São Luís pelo Podemos) para que não cometessem o que classificava de “traição” para deixá-lo fora da disputa sucessória na capital. Nesta sexta-feira (28), o PSDB anunciou que não terá candidato a sucessor de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e vai apoiar Braide.

O anúncio coube ao filho do senador, Roberto Rocha Júnior, que em 2016 foi candidato a vice na chapa de Wellington.

Horas após o anúncio da destituição de Wellington do Curso, Braide ocupou as redes sociais para agradecer o apoio dos tucanos, o que torna “nosso time cada vez mais forte”.

“Pessoal, fico feliz em dizer a vocês que agora temos o apoio do PSDB! Agradeço ao partido e seu presidente, o senador Roberto Rocha, pela confiança em nosso projeto para fazer uma São Luís melhor. O nosso time está cada vez mais forte e não para de crescer!”, publicou o pré-candidato do Podemos.

Roberto Rocha também agradeceu Braide pelo acordo com visitas à eleição.

“Agradeço a você, meu amigo @EduardoBraide, pela confiança de juntos podermos enfrentar o Sindicato das Ideias que Não Deram Certo. São Luís, e em breve o Maranhão, vão mostrar como se muda essa História”, declarou.

Quanto à Wellington, sua última postagem nas redes sociais sinda era um apelo à não traição.

“Braide não seria covarde ao ponto de aceitar que me tirem da disputa no tapetão”, diz Wellington do Curso sobre eleições em São Luís”, repercutiu ele o discurso feito na Assembleia para que fosse mantido candidato.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação