Ações do Senai e Sesi são mostradas a representantes de órgãos de controle público

0
590

O presidente da Federação das Indústrias (Fiema) e do Conselho Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Edilson Baldez, que é também diretor regional do Serviço Social da Indústria (Sesi), recepcionou, esta sexta-feira (08), no Centro de Educação Profissional e Tecnológica do Senai Raimundo Franco Teixeira, no Monte Castelo, representantes do Ministério Público, Defensoria Pública Estadual, tribunais de Contas da União (TCU) e do Estado (TCE) e Controladoria-Geral da União.  Na oportunidade, os visitantes conheceram a unidade de educação e tecnologia, a Sala de Robótica do Sesi e o Laboratório de Automação do Senai e ainda ouviram depoimentos de empresários e ex-alunos.

Segundo Edilson Baldez, as instituições do Sistema Fiema estão sempre abertas para mostrar, de forma transparente, o papel que exercem na oferta de educação de qualidade e no desenvolvimento tecnológico da indústria. “O Sesi e o Senai foram decisivos na construção de um parque industrial forte e diversificado. Ao longo das últimas décadas, não há um único grande empreendimento implantado no Brasil que não tenha utilizado e se beneficiado dos serviços oferecidos por essas entidades”.

O Senai Maranhão possui oito unidades fixas, oito unidades móveis e programas como o Jovem Aprendiz. Já o Sesi, possui oito unidades fixas, 13 móveis e atua nas áreas de Segurança e Saúde no Trabalho, promoção da Saúde, Educação e Cultura. Entre os principais programas, destaca-se a Educação de Jovens e Adultos, Educação Básica articulada com Educação Profissional (EBEP).

José Jorge, diretor da Cemar, fala sobre parceria com os órgãos

Histórico – Natural do interior do estado, Rafiza Sanches, ex-aluna do Programa EBEP, do Sesi/Senai, contou aos visitantes, como aproveitou a oportunidade de estudar na capital e curso curso médio nas instituições.

“Consegui me posicionar no emprego, construí toda uma carreira dentro da indústria, graças a essa oportunidade. Hoje me sinto realizada com minha profissão e só tenho a agradecer às instituições”, ressaltou a industriária, que trabalha na Solar (Coca-Cola).

A representante de vendas Luiza Cunha, mãe de Amanda e Gabriel, alunos do Sesi e Senai, destaca as instituições para o futuro dos filhos. “A Amanda terminou o curso no ano passado e já ingressou na faculdade, e o Gabriel, está no segundo ano do Ensino Médio no SESI, e faz o curso de Tecnologia de Informação no Senai. Ele está se identificando com o curso e se empenhando bastante, o que significa que a escola está dando oportunidade, abrindo um leque para ele lá no futuro”.

Rafiza fala de sua experiência profissional, graças ao Senai

O diretor regional do Senai e superintendente do Sesi, Marco Moura, explicou o papel de cada entidade no estado e agradeceu a presença dos convidados. “Hoje recebemos pessoas formadoras de opinião, órgãos de controle, pessoas que precisam conhecer cada vez mais o trabalho, o desenvolvimento do SENAI e do SESI e, principalmente, sua contribuição efetiva para a indústria do estado do Maranhão”, revelou Marco Moura.

Visita – Participaram da visita, dentre outros, Luiz Gonzaga Coelho (procurador-geral do Estado, Bernardo Leal (representante do TCE), Felipe Calvet (diretor do TCU), Gabriel Furtado (DPE) e Sérgio Junqueira (CGU), Albertino Leal (Fiema) e os diretores do Sistema Federação das Indústrias Cláudio Azevedo, José Orlando Soares Leite Filho, Cirilo Arruda, Celso Gonçalo, Pedro Robson Holanda, Francina Freitas, Geraldo de Paula e Edimilson Pires.

(Com dados da Fiema e fotos de Veruska Oliveira)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação