Aécio teve três votos a mais do necessário para voltar ao Senado

0
710

AQUILES EMIR

Apesar da grande diferença entre os votos Não (44) e Sim (26), o que garantiu o retorno do senador Aécio Neves às atividades parlamentares, o placar não foi tão folgado quanto parece, pois eram necessários pelos menos 41 e ele obteve apenas três a mais desse quorum. A bancada maranhense deu 100% dos seus votos a favor da reintegração do senador mineiro (veja lista abaixo).

Foram decisivos para essa vitória do tucano, os votos do PMDB e do PSDB que fecharam questão para derrubar  a decisão da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal, que afastou o tucano de suas funções, o brigou ao recolhimento noturno, confiscou seu passaporte e o impediu de manter contatos com pessoas que também estariam envolvidos na denúncia de terem se beneficiado de propina recebida de Joesley Batista, da JBS.

Ao todo, 71 dos 81 senadores compareceram à sessão, que começou por volta das 17 h e teve quase três horas de duração. Não houve abstenções. Faltaram à sessão nove senadores, além do próprio Aécio.

Votaram para devolver mandato a Aécio (44)

  • Airton Sandoval (PMDB-SP)
    Antonio Anastasia (PSDB-MG)
    Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
    Benedito de Lira (PP-AL)
    Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
    Cidinho Santos (PR-MT)
    Ciro Nogueira (PP-PI)
    Dalirio Beber (PSDB-SC)
    Dário Berger (PMDB-SC)
    Davi Alcolumbre (DEM-AP)
    Edison Lobão (PMDB-MA)
    Eduardo Amorim (PSDB-SE)
    Eduardo Braga (PMDB-AM)
    Eduardo Lopes (PRB-RJ)
    Elmano Férrer (PMDB-PI)
    Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE)
    Fernando Collor (PTC-AL)
    Flexa Ribeira (PSDB-PA)
    Garibaldi Alves (PMDB-RN)
    Hélio José (Pros-DF)
    Ivo Cassol (PP-RO)
    Jader Barbalho (PMDB-PA)
    João Alberto Souza (PMDB-MA)
    José Agripino (DEM-RN)
    José Maranhão (PMDB-PB)
    José Serra (PSDB-SP)
    Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
    Marta Suplicy (PMDB-SP)
    Omar Aziz (PSD-AM)
    Paulo Bauer (PSDB-SC)
    Pedro Chaves (PSC-MS)
    Raimundo Lira (PMDB-PB)
    Renan Calheiros (PMDB-AL)
    Roberto Rocha (PSDB-MA)
    Romero Jucá (PMDB-RR)
    Simone Tebet (PMDB-MS)
    Tasso Jereissati (PSDB-CE)
    Telmário Mota (PTB-RR)
    Valdir Raupp (PMDB-RO)
    Vicentinho Alves (PR-TO)
    Waldemir Moka (PMDB-MS)
    Wellington Fagundes (PR-MT)
    Wilder Morais (PP-GO)
    Zeze Perrella (PMDB-MG)

Votaram para manter afastamento de Aécio (26)

  • Acir Gurgacz (PDT-RO)
    Alvaro Dias (Podemos-PR)
    Ana Amélia (PP-RS)
    Ângela Portela (PDT-RR)
    Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)
    Fátima Bezerra (PT-RN)
    Humberto Costa (PT-PE)
    João Capiberibe (PSB-AP)
    José Medeiros (Podemos-MT)
    José Pimentel (PT-CE)
    Kátia Abreu (PMDB-TO)
    Lasier Martins (PSD-RS)
    Lídice da Mata (PSB-BA)
    Lindbergh Farias (PT-RJ)
    Lúcia Vânia (PSB-GO)
    Magno Malta (PR-ES)
    Otto Alencar (PSD-BA)
    Paulo Paim (PT-RS)
    Paulo Rocha (PT-PA)
    Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
    Regina Sousa (PT-PI)
    Reguffe (sem partido-DF)
    Roberto Requião (PMDB-PR)
    Romário (Podemos-RJ)
    Ronaldo Caiado (DEM-GO)
    Walter Pinheiro (sem partido-BA)

Não votou 

  • Eunicio Oliveira (PMDB-CE) – porque é presidente do Senado

Faltaram à sessão (10)

  • Aécio Neves (PSDB-MG) – Estava afastado por decisão do STF
  • Armando Monteiro (PTB-PE)
  • Cristóvam Buarque (PPS-DF)
  • Gleisi Hoffmann (PT-PR)
  • Jorge Viana (PT-AC)
  • Gladson Camelli (PP-AC)
  • Sérgio Petecão (PSD-AC)
  • Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
  • Rose de Freitas (PMDB-ES)
  • Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)

(Com dados do UOL)

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação