Aged entrega registro para agroindústria de pequeno porte em Governador Nunes Freire

0
202

Empresa tem capacidade para processar 6.400 quilos de doce de leite, 3.800 quilos de queijo e 100 litros de leite por dia

Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA) entregou, sexta-feira (29), o título de registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) para uma agroindústria de pequeno porte de laticínios, localizada no distrito Santo Antônio, no município de Governador Nunes Freire.

A diretora geral da Aged em exercício, Antonia Lucia Malheiros, disse que a missão da Agência é de garantir, por meio da inspeção, o cumprimento da legislação com atendimento aos critérios sanitários. Ela explica que o papel institucional da Aged é de assegurar a oferta de produtos de origem animal e vegetal com qualidade à população, por meio da Defesa e Inspeção Agropecuária, atuando na promoção da saúde pública e do meio ambiente. A emissão de um certificado SIE é a certeza que o empreendimento vai atender aos maranhenses com qualidade. “Estamos cumprindo com nosso papel, atendendo a demanda daqueles que tem trabalhado a industrialização, com intuito de colocar produtos com qualidade no mercado”, destacou.

A proprietária da agroindústria Talismã – Produtos do Campo, Rosaly Bacha Lopes, disse que o empreendimento é familiar e que com o certificado da Aged vão iniciar um trabalho com dedicação para oferta de produtos com qualidade.

“É um sonho que se concretiza a partir de hoje, dar início ao nosso pequeno laticínio. Vamos trabalhar com queijos, iogurtes e doce de leite. Nossa capacidade é pequena e nosso objetivo é crescer. Nosso primeiro passo está sendo dado a partir deste registro”, comemorou.

A agroindústria tem capacidade para processar 6.400 quilos/dia de doce de leite, 3.800 quilos/dia de queijo tipo mussarela e 100 litros de leite por dia. É o primeiro empreendimento de laticínios com registro no SIE para atender ao município de Governador Nunes Freire e a região.

A fiscal estadual agropecuário da Aged, Viramy Marques, lembrou que o Governo do Estado, por meio da Aged, tem fomentado a produção de produtos de origem animal incentivando o registro no Serviço de inspeção. “Ficamos felizes em ver uma empresa formalizada, que vai oferecer produtos no mercado com qualidade, higiene, e com fiscalização. Então todos ganham, pois o estado ganha por gerar mais emprego à população, que vai ter um alimento seguro para ser consumido”, explicou.

Ainda durante a reunião, a diretoria da AGED informou que o empreendimento pode posteriormente requerer a adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). Aderir ao Sistema, que confere equivalência do SIE ao Serviço de Inspeção Federal (SIF), a empresa pode comercializar sua produção em todo o território nacional.

Fomento da agroindústria –
O município de Governador Nunes Freire, de acordo com dados do IBGE, possui uma população de 25.401 pessoas conferidas no último senso, e apenas 5,3% das pessoas encontravam-se ocupadas formalmente em algum posto de trabalho.

Com o fomento de uma agroindústria na região todos acabam ganhando: o município na arrecadação de impostos, mais geração de trabalho e renda para produtores que podem oferecer matéria-prima para produção dos alimentos e a população que vai ter na mesa um produto de qualidade, devidamente inspecionado com padrões higiênicos-sanitários.

(Com informações da Secap)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação