Sistema integrado da VLI inicia transporte de fertilizantes com vistas à safra 2023

0
248

Corredores da Centro-Atlântica e da Norte-Sul recebem  composições para abastecer principais players do país

 Produtores brasileiros começam a se preparar para mais um período de plantio de soja visando a safra 2022/2023. O fertilizante, importante insumo para garantir a alta produtividade e qualidade da commodity, já começa a abastecer a cadeia produtiva nacional. Isso porque a VLI – empresa de soluções logísticas que opera terminais, ferrovias e portos – iniciou os fluxos operacionais da carga nos Sistemas Sudeste e Norte.

O Terminal Integrador Portuário Luiz Antônio Mesquita (Tiplam), em Santos, o Porto do Itaqui, em São Luís, no estado do Maranhão, e o Porto de Vitória, localizado na capital do Espírito Santo, são as principais portas de entrada da VLI para os produtos, que são importados do Canadá, Estados Unidos, Rússia, Marrocos e Oriente Médio. Após ser descarregada nos portos, a carga segue até os Terminais Integradores de Palmeirante, no Tocantins, Uberaba e Araguari, em Minas Gerais.

“A integração entre os terminais e a malha ferroviária administrada pela companhia possibilita o alcance de diversos e importantes produtores instalados na área de influência da Ferrovia Centro-Atlântica, que se mostra novamente um importante elemento de fortalecimento do agronegócio nacional. Da mesma forma, no tramo norte da Ferrovia Norte-Sul, operado pela companhia, oferecemos integração e um sistema de alta eficiência para promover o escoamento da carga. É a integração que dá ao produtor a segurança de que receberá o fertilizante dentro do prazo estabelecido, em uma operação ágil e eficaz que favorece o desenvolvimento do seu negócio”, ressalta a gerente Comercial de Fertilizantes e Agronegócio da VLI, Juliana Telles.

O volume movimentado pela empresa abastece os principais mercados produtores de soja do país, ao longo de todo o ano, nos Estados de Mato Grosso, Goiás e São Paulo, além da nova fronteira agrícola, no Arco Norte, composta por Maranhão, Tocantins e Piauí. Além dos fertilizantes, a VLI movimenta insumos importantes para a produção do produto, como rocha fosfática, enxofre e amônia.

Sobre a VLI – A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no país, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). Bicampeã do prêmio Valor Inovação, na categoria “Logística e Transportes”, a VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui