Em Minas, Alckmin tenta manter otimismo diante da migração de tucanos para Bolsonaro

0
410

Nesta quarta-feira (03), na cidade mineira de Uberlândia, o candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, tentou minimizar a crise enfrentada pela sua campanha com a migração de tucanos para a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL). “Esses últimos dias são decisivos. Defendemos a terceira via, sem radicalismo de esquerda ou de direita. O radicalismo dificulta a retomada da economia. Precisamos de união para retomar o crescimento. Eu adquiri experiência para isso”, disse.

O tucano reiterou que seguirá trabalhando com coerência. “As grandes viradas ocorrem no final”, disse. “Estamos trabalhando firme”, mas, apesar do seu otimismo, ele sofreu importantes perdas. A vice-presidente do PSDB Mulher do Distrito Federal, Ludmila Fato, divulgou vídeo pedindo votos para Bolsonaro sob argumento de que é preciso evitar o mal maior, que é o PT. Quero me dirigir aos amigos tucanos de todo o Brasil. É hora de pensar no Brasil. Vamos derrotar o que tem de pior na política brasileira, essa esquerda que destrói e divide”, disse. “Sou mulher, sou tucana e, pelo bem do Brasil, voto Bolsonaro”.

Na terça-feira (02), o candidato do DEM ao governo da Bahia, Zé Ronaldo, declarou voto em Bolsonaro ao vivo durante debate presidencial. “Eu já decidi, vou votar para derrotar o PT. E estou vendo 1 desejo de mudança e pela Bahia toda o povo está dizendo que o desejo de mudança é Bolsonaro.”

Sobre suas propostas para a Saúde, Alckmin afirmou que vai investir em saneamento básico, direcionando o imposto arrecadado das empresas pelo Pis/Pasep e Cofins ao setor. “Também tem havido muito problema na distribuição de remédios para a população, um quadro que vamos solucionar”, afirmou.

Alckmin reiterou que vai reabrir os mais de 30 mil leitos do SUS fechados por falta de verba para custeio, além de retomar e concluir as obras paradas. “Um exemplo é o hospital da Universidade Federal de Uberlândia, que está há anos com as obras paralisadas. Vamos concluí-las”, disse. O tucano lembrou que a área da Saúde é também grande geradora de emprego. “Vamos melhorar a vida das pessoas. Daqueles que estão doentes, dos idosos, com atendimento humanizado”, completou.

(Com dados da assessoria do candidato e do Poder360)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação