Alemanha vira aos 50 minutos do segundo tempo e derrota a Suécia por 2 a 1

0
595

Alemanha conseguiu neste sábado (23) um feito inédito. Com um jogador a menos em campo, conseguiu marcar o gol da vitória contra a Suécio faltando menos de um minuto do encerramento da partida. Com este resultado, a equipe alemã soma três pontos, a mesma pontuação da Suécia, e vai decidir sua sorte contra a Coréia do Sul.

Em Sochi, pela segunda rodada do Grupo F, a Alemanha foi pressionada desde o início e só conseguiu equilibrar a partida a partir dos vinte minutos. Depois de um passe errado de Kroos, Toivonen recebeu na área aos 32 minutos e encobriu Neuer com um belo toque na saída do goleiro, fazendo 1 a 0 para os suecos.

Na volta para o segundo tempo, Marco Reus empatou logo no reinício do jogo e o time ensaiou uma reação, mas, aos 36 minutos, Boateng foi expulso deixado os alemãs com um a menos. 

Aos 49 minutos, Werner sofreu falta. Na cobrança, Kroos bateu para Reus, que só ajeitou para Kroos acertar o ângulo de Olsen e virar o placar.

México – Com a vitória de 2 a 1 contra a Coreia do Sul, na Arena Rostov, em Rostov, o México chega a seis pontos e dá um grande passo para se classificar para a próxima fase da Copa do Mundo Rússia 2018. O time que venceu a Alemanha por 1 a 0, na primeira rodada do Grupo F, não encontrou dificuldade de vencer os coreanos neste sábado.

Copa 2018, México e Coréia, Gol México  REUTERS/Marko Djurica
Copa 2018, México e Coréia, Gol México REUTERS/Marko Djurica – Marko Djurica/Reuters/Direitos Reservados
O primeiro gol saiu 23 minutos. Guardado, pela esquerda, fez o cruzamento, mas Jang Hyun-Soo intercepta a bola com o braço e o árbitro marca o pênalti. Vela faz a cobrança no meio do gol e marca o primeiro gol do México.
Aos 18 minutos, o México faz o segundo gol com Chicharito Hernández, em uma jogada de contra-ataque. A Coreia descontou nos acréscimos, em uma jogada do craque Son, que, em um chute cruzado de perna esquerda, acerta o canto de Ochoa.
Goleada – A Seleção da Bélgica não teve qualquer dificuldade para derrotar a Tunísia por 5 a 2, Arena Spartak, em Moscou. Com os seus principais jogadores – Kevin De Bruyne, Lukaku e Hazard – jogando em alto nível, a equipe tunisiana, apesar de algumas jogadas pontuais de ataque, não foi páreo para o forte time belga.
(Com dados do El País e Agência Brasil e foto de Frank Augstein/AP)
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação