Alessandro Martins teria admitido “apagão” sobre movimento em contas da família

802

Empresário acusou banco oficial de operações indevidas

Depois de ter feito graves acusações à Caixa Econômica Federal, que, segundo ele, teria feito movimentações indevidas em contas de seus familiares, o empresário Alessandro Martins teria manifestado arrependimento pelas denúncias e estaria reconhecendo, “depois de medicado”, que teria sido ele quem fizera os saques. Num ofício atribuído a ele, enviado à Superintendência Estadual da CEF, teria pedido que uma carta enviada ao banco fosse “imediatamente incinerada, destruída e tornada inválida”.

A notícia foi dada em primeiro mão pelo blog de Felipe Mota, destacando a reviravolta no caso de um suposto rombo de R$ 20 milhões e falsificação de assinaturas. “Contudo, documentos exclusivos obtidos pelo blog do Filipe Mota apresentam uma reviravolta surpreendente no caso”, destaca o blogueiro.

Segundo o blog, Alessandro Martins, na verdade, fez os saques que totalizam R$ 13,5 milhões, que caíram no esquecimento porque sofre de “depressão aguda e falta de memória”.

No ofício em que teria revelado arrependimento, o empresário esclarece que, após tratamento médico, agora recorda e admite ter realizado todas as operações nas contas da família, dentre elas as de Zelia Maria Aparecida Martins, Alessandro Mamas de Oliveira, Alessandra Brasil Martins, 2. N Martins Ltda, C DE O ADM LTDA e Claudine de Oliveira Sousa.

“Eu, Alessandro Martins de Oliveira, venho, por meio deste, informar que desejo urgentemente que a primeira carta que enviei à CEF (Caixa Econômica Federal) seja imediatamente incinerada, destruída e tornada inválida, pois sofro de depressão aguda e ausência de memória”, diz o ofício.

Sobre a primeira correspondência, alega que “naquela carta, afirmei e frisei que não recordava dos altíssimos valores de retirada ou transferência. No entanto, hoje, devidamente medicado, recordo que efetuei todas as retiradas e transferências de todas as contas da família: Zelia Maria Aparecida Martins, Alessandro Mamas de Oliveira, Alessandra Brasil Martins, 2. N Martins Ltda, C DE O ADM LTDA e Claudine de Oliveira Sousa”.

Por fim, admite os saques: “Assim, reconheço as operações de R$ 13.500.000,00 (treze milhões e quinhentos mil reais), pelas quais erroneamente questionei”.

Alessandro Martins é conhecido empresário do ramo automotivo, que fez sucesso no Maranhão à frente da Dalcar Veículos (ex-concessionária da General Motors) e depois na Eutomar (ex-Volkswagen), onde foi alvo de uma investigações por operações suspeitas nas aquisições e revenda de veículos, por meio de uma locadora.

Veja o ofício assinado por Alessandro:

(Com informações e imagem do Blog Felipe Mota)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui