Aliados e adversários políticos manifestam pesar pela morte de Bruno Covas

1
256

Ex-prefeito lutava contra um câncer há dois anos

Aliados e adversários políticos do ex-prefeito de São Paulo (SP) Bruno Covas (PSDB) lamentaram sua morte ocorrida neste domingo (16). Aos 41 anos, ele morreu vítima de um câncer, contra o qual vinha lutando há dois anos.

Manifestaram-se, dentre outros, Guilherme Boulos, que foi seu adversário na eleição de 2020; o senador José Serra; o governador de São Paulo, João Doria; o vereador Eduardo Suplicy; e os ex-presidentes Luiz Inácio Lula do Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer.

O presidente Jair Bolsonaro é os presidentes da Câmara Federal, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, também lamentou a morte do prefeito.

O que eles disseram:

Jair Bolsonaro (sem partido) – – Nossa solidariedade aos familiares e amigos do Bruno Covas, que faleceu hoje após uma longa batalha contra o câncer. Que Deus conforte o coração de todos!

Guilherme Boulos (PSol) – Lamento muito a morte do prefeito Bruno Covas. Tivemos uma convivência franca e democrática. Minha solidariedade aos seus familiares e amigos neste momento difícil. Vá em paz, Bruno!

Arthur Lira (PP) – Lamento profundamente o falecimento do prefeito de São Paulo, @brunocovas , um jovem talento na política, que travou com coragem e otimismo uma árdua batalha. Como deputado federal, foi meu colega na Comissão de Constituição e Justiça, em 2015, com quem tive a honra de trabalhar.

José Serra (PSDB) – Lamento muitíssimo a perda tão precoce do nosso prefeito Bruno Covas. Foi uma pena, uma imensa pena. Era uma bela figura humana e um grande quadro político. Fará muita falta a todos nós e à cidade de São Paulo, que ele vinha administrando com  dedicação e competência. (Segue).

Rodrigo Pacheco (DEM) – “Em nome do Congresso Nacional, expresso os meus profundos sentimentos de pesar ao seu filho, à sua família e à população de São Paulo.”

Eduardo Suplicy (PT) – Aos queridos familiares do prefeito Bruno Covas, aos seus secretários e vereadores de sua base, meus sentimentos de pesar. A seu filho, o jovem Tomás Covas Lopes, ofereço minha solidariedade por essa perda tão dura e precoce.

Michel Temer (MDB) – LUTO…
Acabo de receber a tristíssima notícia do falecimento de Bruno Covas. Tão jovem, tão afável, tão idôneo. Com ele vai embora parte da nossa esperança. Descansa em paz.

Dilma Rousseff (PT) – Lamento a morte do prefeito Bruno Covas, aos 41 anos de idade. O Brasil perdeu um dos seus promissores líderes políticos. Quero manifestar meus sentimentos ao filho Tomás e a toda família Covas, além dos militantes e dirigentes do PSDB.

Fernando Collor de Melo – Lamento profundamente a morte precoce do prefeito de São Paulo, @brunocovas . Aos paulistanos, familiares e amigos envio meu sentimento de pesar. Que Deus o receba em sua infinita bondade. Vá em paz, Bruno!

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – Meus sentimentos aos familiares, amigos e correligionários de Bruno Covas, que nos deixou hoje após travar uma longa e dura batalha contra o câncer. Que Deus conforte o coração de sua família.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) publicou uma extensa mensagem em que enaltece as qualidades do ex-aliado, que foi seu vice e  sucessor na Prefeitura de São Paulo:

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.