Altos custos da Rússia não motivam turista maranhense a viajar para a Copa do Mundo

0
1054

AQUILES EMIR

A realização da Copa do Mundo na Rússia ainda não motivou os maranhenses a procurarem pacotes para assistirem aos jogos neste país com a mesma intensidade dos torneios anteriores. É o que constata a seccional da Agência Brasileira das Agências de Viagens (Abav-MA), e isto se dá por uma série de fatores, sendo o principal deles o custo da viagem. Segundo o presidente da entidade, Jansen Santos, um pacote, incluindo passagens, hotel e ingressos para alguns jogos não sai por menos de R$ 52 mil.

Além do preço do pacote, é preciso calcular os altos gastos com traslado, refeições, passeios, shows, bares e outros atrativos de lazer oferecidos aos visitantes, que, certamente, não são muito em conta. Somam-se ainda despesas com souvenir, roupas e outras lembranças que são comuns a quem viaja adquirir.

Outro complicador é o fato de ser um país muito isolado, o que impede alguém de visitar outros lugares da Europa nos intervalados das partidas, isto é, quem for terá de ficar apenas no território russo.

Jansen Santos diz que até houve bom número de consultas, porém quase nenhuma negociação  se fechou, e isto pode significar que esta será a Copa com menos participação de maranhenses. Ele informa ainda que muita gente está em situação complicada porque tentou fazer compras pela internet separadamente e agora está sem passagem, sem hotel ou sem ingressos, o que inviabiliza a viagem.

Resultado de imagem para jansen.aquilesemir
Jansen Santos diz que procura por pacotes da Copa está pequena

Isto se deu porque alguns se anteciparam e compraram as passagens, quando estavam por preços atrativos. Agora não conseguem encontrar hotéis com as mesmas facilidades de preço, muito menos ingressos. Outros fizeram de forma diferente: compraram ingressos e agora têm dificuldades para embarcar e se hospedar e há também os que estão com hotel reservado, mas sem dinheiro para as passagens e os ingressos.

Como sempre ocorre com quem acredita ser o melhor negócio comprar pela internet, muitos agora estão recorrendo às agências para tentar remediar o erro e alguns estão oferecendo o que já compraram para não ficarem no prejuízo.

Custo – O mesmo depoimento é dado pela empresária Maria Antonieta Uchoa, dona da Planet Tour. Ele diz que muitas consultas foram feitas, mas com pacotes na faixa de 16 mil dólares, quase todos desistiram. Ela acredita que possa fechar no máximo dois pacotes.

Antonieta lembra que a Rússia sempre foi um destino caro, daí porque é um dos menos procurados pelos maranhenses e nesta época, em que as atenções do Mundo estão voltadas para esse país, os preços ficam ainda mais caros.

O fato de ser um país distante dos demais no continente europeu, até mesmo dos países do Leste, faz com que muita gente desista da viagem, pois o turismo terá de ser apenas interno e as cidades russas também não são muito próximas uma da outra.

Ainda de acordo com Jansen Santos, há aqueles que estão se aventurando, recorrendo a outras alternativas, como, por exemplo, comprar pacotes com partidas de São Paulo, mas estes também terão surpresas na volta, pois o excesso de bagagem para o trecho interno não vai compensar a economia com a compra de passagem de São Luís para a capital paulista.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação