Alunos da Universidade Federal participam de ação educativa no Porto do Itaqui

0
319

Um grupo de 15 alunos e três professores dos cursos de Engenharia de Pesca (campus Pinheiro) e de Oceanografia (campus de São Luís) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) participou de uma ação educativa no Porto do Itaqui. Os trabalhos foram realizados no Berço 105 com a atracação do Laboratório de Ensino Flutuante – Ciências do Mar II, conhecido como navio-escola.

Durante o período a bordo, os alunos se dedicaram a diversas atividades práticas, dentre as quais coleta de água, sedimento e material biológico. “Firmamos uma parceria com a UFMA para possibilitar a atracação do navio-escola em razão de manutenção no píer da Marinha onde a embarcação estava operando. Em contrapartida, o projeto de pesquisa vai contribuir com levantamento de dados para a nossa área de Meio Ambiente”, afirmou o diretor de Operação e Planejamento do Porto do Itaqui, Jailson Luz.

Por se tratar de um porto dedicado à movimentação de carga de grandes embarcações, as equipes de operação e de segurança portuária montaram um plano para a atracação e acesso do grupo ao navio-escola.

“Abrimos uma janela nas operações e com o esforço conjunto de vários setores foi possível receber o navio e embarcar o grupo”, explicou Jailson Luz. “Um esforço que vale a pena por trazer a universidade para mais perto do porto. Uma interação que é muito importante para o desenvolvimento da ciência no Maranhão, especialmente partindo aqui de nossa área de entorno”, completou.

No Brasil estão em atividade quatro dessas embarcações, e a UFMA faz a gestão da unidade que atende as regiões Norte e parte do Nordeste. “Em 2018, a universidade maranhense recebeu a doação da FURG – Universidade Federal do Rio Grande (RS) e, desde então, vem sendo utilizado por estudantes de 10 cursos de Engenharia de Pesca e dois de Oceanografia nas universidades que integram a região”, informou o professor Danilo Lopes, diretor do Instituto de Ciências do Mar.

Desde que chegou ao Maranhão, o navio-escola vem utilizando a estrutura da Marinha, próxima ao Terminal da Ponta da Espera, para embarque e desembarque, e fica fundeado na Ilha do Medo.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação