Anúncios falsos: enorme prejuízo para compradores e vendedores

18

Anúncios falsos e roubo de dados estão subindo

A compra e venda de veículos usados pela internet cresceu de tal forma nos últimos anos que na prática não há outra forma de fazer negócios. Publicações impressas ficaram caras ou desapareceram e o tradicional boca a boca tem participação pequena, quase simbólica, em geral só entre parentes, vizinhos ou amigos próximos.

Anúncios falsos e roubo de dados estão subindo. Isso causa, além de prejuízos financeiros, uma natural preocupação por parte de sites especializados. O Brasil é o segundo país (só atrás do México) em termos de crimes digitais. Três destes sites (iCarros, OLX e Só Carrão) promoveram a Semana da Segurança, de 7 a 13 de novembro últimos, para alertar anunciantes e compradores sobre como se prevenir de golpes online.

De janeiro a julho deste ano a pesquisa revelou cerca de 5.000 golpes por mês no País. O prejuízo estimado foi de R$ 611 milhões. Nesse total, claro, não estão incluídas as tentativas que certamente atingiram montantes bem maiores. Em torno de dois terços daquele total concentraram-se em furtos de dados pessoais e bancários. Fraudadores aplicam a estratégia de falsos anúncios e intermediários.

A pesquisa também indicou que 41% dos respondentes colocam o preço como principal fator de escolha. Para atrair interessados os anúncios mostram preços entre 70% e 80% da tabela Fipe. Quem cai nessa armadilha fica sem o carro e sem o dinheiro adiantado para garantir o negócio. Perfis das vítimas: homens (86%), até 31 anos (55%) e residentes na região sudeste. Modelos mais visados: Gol, Corolla e Celta.

Michele Vita, CEO do iCarros, apontou segurança e transparência como pilares fundamentais: “Acreditamos que, para ganhar a confiança do cliente, o ecossistema inteiro precisa funcionar. Por isso nos unimos para tornar o debate mais acessível, triplicando o alcance da mensagem contra algo que acontece de forma silenciosa: fraudes no ambiente online. Esse movimento protege e capacita as pessoas que acessam os portais.”

Veja algumas dicas importantes para compradores e vendedores:

  • Evite negociar com terceiros como amigos ou parentes. Dê preferência ao proprietário ou a quem irá comprar o veículo.
  • Informações devem ser trocadas preferencialmente pelo chat e canais oficiais das plataformas. Evite ambientes menos controlados como aplicativos de mensagens.
  • Não confiar somente em fotos. Antes de fechar o negócio marque encontro em locais públicos e movimentados, como estacionamentos de supermercados ou de shoppings. Vá acompanhado e durante o dia.
  • Pode ser necessária, em caso de dúvidas, uma vistoria cautelar em empresa credenciada pelo Detran. Se puder, acompanhe o dono do automóvel.
  • Pague apenas numa conta bancária em nome do proprietário do veículo, checando antes todos os dados.
  • Se está vendendo, as precauções são iguais: confirme os dados bancários da conta.
  • Comprador e vendedor devem ir juntos ao cartório fazer a transferência. O Pix ajuda nesses casos por não envolver cheque.

Polo Track terá preço competitivo – Demorou para que a VW conseguisse encontrar um substituto definitivo para o Gol, lançado em 1980. O compacto de entrada não teria como atender as novas exigências de segurança ativa e passiva salvo com modificações inviáveis do ponto de vista de custos. Houve algumas tentativas no passado como o próprio Polo de primeira geração, o Fox e o up!.

O Polo Track só chegará ao mercado em fevereiro de 2023, embora a pré-venda seja facilitada pelo preço já anunciado: R$ 79.990. É o mesmo do Gol 1.0 MPI com rodas de 15 pol. e o pacote Media Plus. No entanto, trata-se de preço promocional de lançamento e na cor preto Ninja. Não inclui, obviamente, faróis de LED, mas grade, para-choque frontal e lanternas traseiras têm tratamento visual próprio. Na tampa do porta-malas há apenas a identificação Track em foto oficial distribuída.

O valor de comercialização anunciado previamente indica que a marca alemã quer continuar ativa nos segmentos de entrada com a vantagem de não se tratar de um subcompacto. Pelo contrário. Com distância entre eixos de 2.560 mm e 1.750 mm de largura está bem situado em dimensões frente ao líder HB20 (ver avaliação abaixo).

Apesar de o nome Track ter sido anteriormente utilizado em versões aventureiras do Gol e do Fox, que incluíam barras no teto e apliques nos arcos dos para-lamas (solução universal que só aumenta o coeficiente aerodinâmico), estes apêndices não estarão nesta versão do Polo produzida em Taubaté (SP) com arquitetura MQB como as demais.

HB20 hatch continua a liderar em 2022 – No ano passado o Hyundai HB20 hatch aproveitou a paralisação da produção do Onix pela escassez de chips para desbancar a liderança do Chevrolet. Em 2022, faltando um mês e meio de vendas, certamente repetirá o resultado. Entretanto, na soma de hatches e sedãs derivados, o Onix vai recuperar a liderança no mercado brasileiro de automóveis.

As mudanças estilísticas do ano modelo 2023, em agosto passado, resolveram os pontos polêmicos da grade frontal do HB20 anterior. Na traseira, o desenho das lanternas mudou para melhor. Porém, as luzes indicadoras de direção no para-choque não são a posição ideal, especialmente no trânsito pesado, quando os carros trafegam juntos. A estratégia desliga-liga o motor nas paradas traz um pequeno, mas efetivo, ganho no consumo.

A versão de topo Platinum Plus recebeu novas rodas de liga leve de 16 pol. de diâmetro com desenho sofisticado. Os pneus têm perfil mais baixo e o rodar tornou-se um pouco mais áspero, porém comportamento em curvas, que já era muito bom, ficou melhor. Mudanças no motor 1.0 turbo flex para atender as normas atuais de emissões não alteraram o desempenho. Mantiveram-se os 120 cv e 17,7 kgf.m com etanol ou gasolina. Seria melhor se aproveitasse as características de maiores potência e torque proporcionadas pelo combustível de origem vegetal como em alguns concorrentes.

Quanto ao sedã HB20S, avaliado em seguida ao hatch, a parte traseira tem desenho bastante atraente com as luzes indicadoras de direção em correta posição elevada. O porta-malas de 475 litros é quase 60% maior que o do hatch. Desempenho praticamente igual: diferença de massa em ordem de marcha de apenas 27 kg.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui