Ao vencer prêmio Congresso em Foco de Melhor do Senado, Eliziane lembra preconceito de Sarney

1
600

Ex-presidente da República e do Congresso teria dito que ela não tinha preparo para ser senadora da República

O Prêmio Congresso em Foco 2020, na categoria Melhores Senadores, foi conquistado pela senadora Eliziane Gama (Cidadãnia-MA), de acordo com escolha do júri especializado. Ao agradecer a distinção, ela lembrou de uma frase do ex-presidente José Sarney, que a teria desqualificado como candidata ao cargo que ele ocupou.

“Eu lembrei de que um ex-presidente da República maranhense me falou: ‘essa menina não tem estatura para ser senadora’ da República. Ele dizia isso pela nossa história por eu ser do interior do Maranhão e ter estudado a vida inteira em escola pública e talvez esse não fosse o critério para que hoje eu estivesse aqui”, afirmou, esquecendo que Sarney também é do interior (nasceu na cidade de Pinheiro, na Baixada Maranhense) e estudou em escola pública (Liceu Maranhense).

“A nossa luta é na defesa dos excluídos do Brasil pelo que menos podem, pelo que menos tem e pelos que menos sabem”, afirmou a parlamentar dedicando o prêmio a sua família ao povo e à Deus.

Nesta 13ª edição do Prêmio Congresso em Foco, o júri especializado, que é formado por representantes de quatro segmentos da sociedade, também elencou como melhores parlamentares do ano Simone Tebet (MDB-MS)Paulo Paim (PT-RS)Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) Tasso Jerissati (PSDB-CE)

Os vencedores foram anunciados em cerimônia virtual nesta quinta-feira (20) transmitida pela página do Congresso em Foco. A vencedora desta categoria foi anunciada pelo presidente do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional), Kleber Cabral.

O júri – O júri é uma das três formas de votação do Prêmio, além da votação do júri popular pela internet e a pelos jornalistas. O objetivo do júri é fazer uma avaliação especializada dos parlamentares, de acordo com a visão e o posicionamento de vários segmentos da sociedade.

O corpo de jurados foi formado com o objetivo de garantir pluralidade na escolha, com representantes de quatro diferentes segmentos da sociedade: o acadêmico, o empresarial, o trabalhista e o terceiro setor, além de um representante do Congresso em Foco.

O Prêmio Congresso em Foco 2020 teve como jurados um dos membros da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências dos Países em Desenvolvimento, Carlos Nobre; da presidente da Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig), Carolina Venuto; da presidente-executiva e co-fundadora do Todos Pela Educação, Priscila Cruz; da coordenadora da assessoria do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Viviane Ponte Sena e do editor-executivo deste site, o jornalista Edson Sardinha.

Na avaliação feita pelo júri, os principais critérios levados em consideração foram: assiduidade em sessões deliberativas; participação nos debates do Parlamento; apresentação de propostas legislativas; capacidade de articulação política; combate à corrupção e uso consciente dos recursos públicos; além da defesa da democracia e do desenvolvimento sustentável.

(Com informações do Congresso em Foco)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

1 COMENTÁRIO

  1. Os critérios desse júri, não atendem aos critérios da maioria dos eleitores brasileiros…como podem ser bons políticos esquerdopatas que votam prioritariamente contra os interesses do povo?

Comments are closed.