Aos 72 anos morre a ex-modelo e atriz Mila Moreira, de causa ainda não conhecida

0
247
Mila Moreira

Causa da morte ainda não foi divulgada

Morreu nesta segunda-feira (06), no Rio de Janeiro (RJ), a atriz Mila Moreira. Ela tinha 72 anos e estava internada no Hospital Copa Star, em Copacabana, mas a causa da morte não foi divulgada.
Mila começou a trabalhar como modelo nos anos 60. Nos anos 70, foi jurada do programa do Chacrinha.
Ela foi uma das primeiras modelos a migrarem do mundo da moda para as novelas de televisão. Em 1979, trabalhou na sua primeira novela: Marrom Glacê, de Cassiano Gabus Mendes, na Rede Globo.

Participou de mais de 30 novelas e minisséries para a televisão. No cinema, trabalhou em seis produções.

Mila Moreira foi casada com o designer Hans Donner e com os atores Luis Gustavo, Gracindo Junior e Eduardo Conde.

Biografia – Mila Moreira, cujo nome de batismo era Marilda Moreira da Silva, nasceu na capital paulista em 18 de maio de 1949 e cresceu perto da Estação da Luz. Filha de pais portugueses, seu pai, o Sr. Moreira era dono de um hotelzinho para mascates e sua mãe, a D. Ilda era dona de casa.

Ela não gostava do nome Marilda e adotou Mila, em homenagem ao livro Mila 18, um romance de Leon Uris.

Em 1960, foi coroada “Miss Luzes da Cidade” e como prêmio, ganhou uma viagem para Nova York. Ela apareceu como manequim (ou demonstradora como eram chamadas na época), na Feira Nacional da Indústria Têxtil – Fenit, em 1963, desfilando pela Rhodia Têxtil, sendo coreografado por Ismael Guiser, junto com as manequins Ully, Mailu. Desfilaram ainda, no magazine paulistano Mappin mostrando a coleção mais recente da Rhodia. Ficaram juntas na Rhodia até 1970. Depois, Mila e Ully montaram uma escola para manequins no Rio de Janeiro.

Em 1979 foi convidada para ser produtora na Rede Bandeirantes. No mesmo ano, conhecida mais como manequim da Rhodia com “furinho no queixo”, foi chamada às pressas para substituir uma jurada no programa do Chacrinha e chamou a atenção do autor Cassiano Gabus Mendes, que a convidou para fazer a telenovela da Rede GloboMarrom Glacé. A partir daí virou presença fixa em quase todas as novelas do autor: Plumas e PaetêsElas por ElasChampagneTi Ti TiQue Rei Sou Eu?Meu Bem, Meu Mal e O Mapa da Mina. Também teve participações importantes nas novelas A Próxima VítimaCiranda de PedraSangue Bom e nas minisséries Os MaiasJKUm Só Coração e Queridos Amigos.

(Com informações da Agência Brasil e Wikipedia)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação