Após conquista da Copa do Nordeste, Sampaio tenta ascender à elite do Campeonato Brasileiro

0
684

Após a conquista inédita do título de campeão da Copa do Nordeste 2018, o Sampaio vira a chave e foca no Campeonato Brasileiro da Série B com a missão de ascender à elite da competição nacional. O time fez fez uma bela campanha: das 12 partidas que disputou, foram com cinco vitorias, seis empates e apenas uma derrota, 13 gols marcados e apenas quatro sofridos.

“Maior motivação é ser campeão nordestino (para continuar a temporada da Série B). Maior do que isso não tem. Este grupo está de parabéns, são feras, são trabalhadores. Nós temos que agradecer a todos. A cada um por ter acreditado no nosso trabalho”, avaliou o treinador Roberto Fonseca.

A equipe maranhense está em 16º lugar no Brasileirão Série B, última colocação fora da zona de rebaixamento. Para o zagueiro e capitão do Sampaio, Maracás, o time voltará a campo ainda mais motivado e, claro, contando com o apoio da torcida que tem comparecido aos jogos. “A gente não começou muito bem na Série B, conseguimos nos recuperar. E agora é dar continuidade ao trabalho para a gente poder fazer também uma boa competição nacional”, analisou o jogador.

O Sampaio Corrêa volta a campo na próxima sexta-feira (13), contra o CSA-AL, às 20h30, no Rei Pelé, em Maceió.

Conquista – Após vencer o jogo de ida da final, quarta-feira (04), por 1 a 0, o tricolor maranhense ficou com o título da Copa do Nordeste neste sábado (07) ao empatar em 0 a 0 com o Bahia. Em Salvador (BA), o Sampaio soube segurar o ímpeto do time baiano e fez a festa na Arena Fonte Nova.

Além do troféu, o Sampaio garantiu vaga nas oitavas de final da próxima edição da Copa do Brasil.

Para defender o título conquistado em 2017, o Bahia entrou para a grande decisão da atual edição precisando reverter a derrota de 1 a 0 sofrida no duelo de ida, em São Luís. Empurrado pela torcida, que compareceu em peso na Arena Fonte Nova, o Tricolor baiano tomou a iniciativa do confronto e criou as melhores chances do primeiro tempo. Apesar do maior volume de jogo, o time mandante não conseguiu abrir o marcador. Aos 38, Zé Rafael chegou a ficar frente a frente com Andrey, mas o goleiro salvou o Sampaio Corrêa.

Com o tempo a seu favor, o Sampaio Corrêa voltou para o segundo tempo apostando nos contra-ataques. Já o Bahia, lutando contra o relógio, buscava furar o bloqueio defensivo dos visitantes. Com a expulsão de Uilliam aos 44 minutos e a proximidade do fim do jogo, o Bahia se lançou ao ataque e por muito pouco não balançou as redes. Em noite inspirada, Andrey se destacou novamente, garantiu o zero no placar e, consequentemente, o título para o Sampaio Corrêa.

(Com dados da CBF e fotos da Staff Imagens)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação