Após deixar o Sampaio, Rodrigo Ramos assina contrato com o Imperatriz

0
630

Um dia após anunciar problemas de saúde na família (o sogro estaria muito doente e precisando de acompanhamento da filha) para desistir do contrato assinado com o Sampaio para a temporada 2017, o goleiro Rodrigo Ramos assinou com o Imperatriz, time que o projetou.

Ao G1, ele declarou depois de confirmada a transferência, da capital para a região tocantina, que se sente em casa. “Faz oito anos que saí daqui e fui para o Sampaio e agora eu faço o caminho inverso. Tenho meus negócios aqui, tenho algumas perspectivas de futuro aqui em Imperatriz e por isso resolvi aceitar esse desafio”, declarou.

Sobre os problemas familiares, declarou que “já havia falado anteriormente do problema de saúde do meu sogro e minha esposa não poderia estar comigo em São Luís. Conversamos e decidimos por voltar ao Imperatriz, porque pra mim a família sempre foi a base de tudo”, garantiu

Com a saída de Rodrigos Ramos, o Sampaio sofre a segunda baixa, o zagueiros Lucas decidiu permanecer no São José. A saída do maior ídolo  da torcida tricolor nos últimos oito anos fecha o ciclo da equipe campeã da Série D em 2012.

Rodrigo Ramos, que havia se antecipado e anunciado a renovação com o Sampaio ainda no início de dezembro, mudou de ideia para retornar ao Imperatriz, clube que o projetou no futebol maranhense. O goleiro alegou problemas pessoais para tomar tal decisão. Para o Sampaio, apesar de ver um grande ídolo sair pela segunda vez, o futuro da camisa 1 Tricolor está bem servido, principalmente pela contratação do goleiro Paulo Rafael, que agora surge como possível titular, mesmo que outro nome seja contratado para a posição.

O goleiro também falou sobre o desafio de reestruturação que terá pela frente com a camisa do Imperatriz. Rodrigo Ramos fez questão de lembrar que esse tipo de situação é recorrente em sua carreira.
“Minha carreira sempre foi feita de desafios. Foi assim quando fui para o Moto também. Sabia das dificuldades que encontraria assim como sei das dificuldades que encontro por aqui. O Imperatriz é um time em reestruturação e eu já participei de processo assim. Vamos trabalhar para colocar o Imperatriz em um lugar de destaque”, afirmou ao G1.

(Com dados do G1 e Futebol Maranhense)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação