Após estar perdendo por 3 a 1, São Paulo vira o jogo e ganha Botafogo por 4 a 3

0
657

A 17ª rodada do Brasileirão começou de forma eletrizante. No Rio de Janeiro, Botafogo e São Paulo protagonizaram um duelo cheio de reviravoltas e emoção até o fim. Em jogo de sete gols, o Tricolor mostrou poder de reação, marcou três vezes na reta final da partida e alcançou o triunfo por 4 a 3. Com a vitória, a equipe paulista chega a 19 pontos e vai dormir fora da zona de rebaixamento. Com 24, o Alvinegro desperdiçou a chance de entrar no G-6.

Mesmo jogando fora de casa, no Nilton Santos, o São Paulo saiu na frente aos 17 minutos com Cueva. A resposta do Botafogo foi imediata e, no minuto seguinte, Marcos Vinícius deixou tudo igual. Aos 25, o meia alvinegro repetiu a dose e virou a partida para os cariocas, 2 a 1.

No segundo tempo, o São Paulo teve a chance de empatar aos 22 minutos em cobrança de pênalti, mas Gatito levou a melhor e defendeu a cobrança de Cueva. Logo em seguida, o Botafogo ampliou a vantagem em contra-ataque concluído por Guilherme.

Apesar dos dois golpes em sequência, o Tricolor se reencontrou na reta final do jogo e iniciou a reação aos 39 minutos. Marcos Guilherme descontou, 3 a 2. Aos 41, o estreante Hernanes marcou o dele e deixou tudo igual, 3 a 3. O Tricolor foi para cima e alcançou a virada nos acréscimos, novamente com Marcos Guilherme. Fim de jogo: 4 a 3.

Palmeiras – O Palmeiras segue subindo na tabela de classificação da Série A. Neste sábado (29), bateu o Avaí por 2 a 0 no Allianz Parque, em São Paulo, e vai dormir no G-4. Com três vitórias e um empate nas últimas quatro rodadas, a equipe paulista acumula 29 pontos e vai dormir na quarta colocação. Para manter a posição, o Palmeiras precisa torcer por um tropeço do Flamengo diante do Corinthians. Em situação mais delicada, o Leão da Ressacada segue na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 17 pontos.

Jogando em casa, o Palmeiras buscou pressionar o Avaí desde o início da partida. Com a pressão inicial, não demorou muito para o Verdão abrir o placar. Aos 10 minutos, Dudu recebeu de Guerra, cortou a marcação e soltou a bomba para fazer 1 a 0. O Avaí chegou com perigo pela primeira vez aos 21 minutos, mas a tentativa de Wellington passou perto. A vantagem paulista foi ampliada aos 34 minutos. Raphael Veiga ajeitou para Deyverson, que finalizou rasteiro sem chances para o goleiro Douglas, 2 a 0.

Com a expulsão de Juan no final da primeira etapa, a missão do Avaí ficou ainda mais complicada no segundo tempo. Mesmo com a desvantagem numérica, o Leão se mostrou valente e assustou em duas oportunidades. Incansável, Joel levou perigo ao gol palmeirense aos quatro e 12 minutos, mas não conseguiu vazar o goleiro Jailson.

(CBF)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação