Em sua despedida do Maranhão, Festival Dança em Trânsito apresenta novo espetáculo do Grupo Tápias em São Luís

0
387

Encerramento de festival no Teatro Arthur Azevedo

O Dança em Trânsito, festival de dança contemporânea apresentado pelo Instituto Cultural Vale e realizado pelo Espaço Tápias, começa a se despedir do Maranhão. Depois de um fim de semana intenso com residências de criação e apresentações em Itapecuru-Mirim e Santo Amaro, o festival retorna a São Luís para a última apresentação.

Nesta terça-feira (16), às 20h, será apresentado o espetáculo Café não é só uma xícara, do Grupo Tápias – companhia franco-brasileira associada ao Espaço – no Teatro Arthur Azevedo, localizado na Rua do Sol, no Centro. Com coreografia e direção artística de Flávia Tápias, o trabalho coloca em cena sentimentos e sensações associados à pesquisa realizada sobre o café, uma bebida tão presente na vida dos brasileiros, que evoca tradições, crenças, espiritualidade. A borra do café inspirou Flávia Tápias na leitura de movimentos novos, frescos como hortaliças apanhadas.

“Muitos encontros são permeados pela presença do café. Café é vício, é encontro, é intervalo, é negócio, é mimo, é familiar, é cheiro. Neste espetáculo vamos apresentar uma obra sensorial, um exercício lírico perpassado pela fé profana ou religiosa, por crenças, tradições e espiritualidade sem, no entanto, subtrair do ser humano o poder de transformar e recriar sua realidade. ”, explicou Flávia Tápias.

O espetáculo Café não é só uma xícara tem classificação livre e a entrada é gratuita, com retirada de ingresso virtual pela plataforma Sympla, no link https://bit.ly/3oQVgi1. Mais informações no site www.dancaemtransito.com.br.

Ficha técnica

  • Direção artística: Flávia Tápias e Giselle Tápias.
  • Coreografia: Flávia Tápias.
  • Colaboração coreográfica: Giselle Tápias.
  • Direção de produção: Norma Thiré.
  • Comunicação internacional: Letícia Kaminski.
  • Criação do desenho de luz: Paulo César Medeiros.
  • Sonoplastia: Isidoro Kutno.
  • Criação e confecção do figurino: Luiza Marcier.
  • Criação e confecção de cenário: Mina Quental.
  • Operação de luz: Louis Radavelli.
  • Assessoria de imprensa: Leila Grimming.
  • Programação visual: TRUQUE, Fernanda Valois.
  • Registro fotográfico e audiovisual: TRUQUE, Fernanda Valois.
  • Realização: Espaço Tápias
  • Interpretação: Flávia Tápias (Brasil), Jeremy Kouyoumdjian (França), Mathilde Lin (França), Dilo Paulo (Angola), Gleidson Vigne (Brasil/Portugal), Laura Ávila (Brasil/Portugal), Marcio Jahú (Brasil), Letícia Xavier (Brasil), Clara da Costa (Brasil), Júlio Rocha (Brasil).
    Classificação: LIVRE

Sobre o Dança em Trânsito – Com realização e produção do Espaço Tápias e direção artística e curadoria de Giselle Tápias e Flávia Tápias, o festival internacional Dança em Trânsito acumula, desde 2002, números superlativos, com cerca de mil apresentações em mais de 30 cidades, no Brasil e no exterior, envolvendo uma centena de companhias oriundas de 16 países, vistas por mais de 60 mil pessoas. Em 2020, durante a pandemia, realizou uma versão online – indicada ao Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), na categoria “Difusão” – e, em 2021, a primeira edição híbrida, com passagem por 25 cidades, entre elas São Luís pela primeira vez.

A 20ª edição do Dança em Trânsito foi inaugurada em 14 de julho, em Belo Horizonte, com uma apresentação gratuita do espetáculo Couraça, criado, dirigido e interpretado pelo artista maranhense Leônidas Portella.

Até o dia 23 de outubro, 41 companhias do Brasil, Espanha, Eslovênia, França, Itália, Suíça e Coreia do Sul ocupam palcos e espaços públicos de 13 capitais brasileiras e 18 outras cidades com espetáculos, residências, intercâmbios e oficinas. O 20º Dança em Trânsito é apresentado pelo Instituto Cultural Vale.

Serviço

 Sobre o Instituto Cultural Vale – O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem novas perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa. São mais de 300 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal em execução em 2022. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios, patrocinados via Lei Federal de Incentivo à Cultura, com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Onde tem Cultura, a Vale está. Visite o site do Instituto Cultural Vale: institutoculturalvale.org

Sobre a ENGIE – No Brasil, a ENGIE é a maior produtora privada de energia elétrica no país, operando uma capacidade instalada de 10.290 MW em 32 usinas em todo o Brasil, o que representa cerca de 6% da capacidade do país.. O Grupo possui 90% de sua capacidade instalada no país proveniente de fontes limpas, renováveis e com baixas emissões de gases de efeito estufa, posição que tem sido reforçada pela construção de novas eólicas no nordeste do país e por uma das maiores hidrelétricas do País, Jirau (3.750 MW), localizada no rio Madeira e que foi inaugurada em dezembro de 2016. O Grupo também atua na área de geração solar distribuída e oferece serviços relacionados à energia, engenharia e integração de sistemas, atuando no desenvolvimento de sistemas de telecomunicação e segurança, iluminação pública e mobilidade urbana para cidades inteligentes, infraestruturas e a indústria de óleo e gás. Contando com 3.000 colaboradores, a ENGIE teve no país em 2016 um faturamento de R$ 6 bilhões.

DANÇA EM TRÂNSITO – 20ª edição

Programação completa e inscrições para oficinas: www.dancaemtransito.com.br

Apresentação e patrocínio master: Instituto Cultural Vale

Patrocínio: Engie e VW Caminhões e Ônibus

Direção geral: Giselle Tápias

Direção artística e curadoria: Giselle Tápias e Flávia Tápias

Direção de produção: Norma Thiré

Contatos artísticos: Larissa Emi

Contatos com instituições, patrocínios e parcerias: Letícia Kaminski

Produção Executiva: Karoli Andrade e Sonia Reinstein

Identidade visual, web design: Fernanda Valois | TRUQUE

Design gráfico: Fernanda Valois | TRUQUE, Letícia Andrade e Julia Werneck | Nós Comunicações

Coordenação técnica e de palco: Louis Radavelli

 

 

 

Informações para a imprensa:

Danielle Moreira

(98) 98867-1528

danimoreira.ascom@gmail.com

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação