Assessor do vice-líder do governo no Senado, Marcos Rogério, preso por tráfico de drogas

464
Senador Marcos Rogerio anunciou a demissão do assessor pelas redes sociais

Assessor atuava no transporte de droga para Fortaleza

Um assessor parlamentar do senador Marcos Rogério (DEM-RO), vice-líder do governo no Senado e integrante da CPI da Pandemia, foi preso, nesta quinta-feira (02), pela Polícia Federal. Ele é um dos alvos da Operação Alcance, deflagrada para cumprir mandados contra o tráfico de drogas nos estados de Rondônia (que o parlamentar representa), Ceará, Roraima e Minas Gerais.

O senador, que não está envolvido no caso, exonerou o assessor que despachava no gabinete em Porto Velho.

“Fui surpreendido com a notícia de busca e apreensão na casa de um dos meus assessores, lotado no escritório de Porto Velho (RO). Não tenho informações sobre a existência de ilícito, mas em decorrência das investigações decidi exonerá-lo, aguardando esclarecimentos dos fatos”, informou Marcos Rogério pelas redes sociais.

O assessor preso é casado com uma promotora de Justiça do estado.

A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Luís Antônio Sanada Rocha, da 1ª Vara de Delitos de Tóxicos de Porto Velho, no âmbito da Operação Alcance. Segundo a PF, as investigações estão desarticulando um esquema criminoso de envio de carregamento de drogas de Rondônia para Fortaleza, no Ceará. Em Porto Velho é investigada a lavagem de dinheiro do esquema.

Os investigadores informaram que o grupo movimentou uma tonelada de cocaína e chegou a receber R$ 1,5 milhão em 15 dias.

(Com informações da Veja e UOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui