Ataque talibã contra exército deixa pelo menos 140 mortos no Afeganistão

0
1376

O governo brasileiro condenou o ataque contra militares afegãos, que deixou mais de 140 mortos e cerca de 160 feridos nessa sexta-feira (21), no Afeganistão.

“Ao manifestar seu repúdio a todo ato terrorista, independentemente de sua motivação, o governo brasileiro expressa pesar aos familiares das vítimas, votos de pronto restabelecimento dos feridos e solidariedade ao povo e ao governo do Afeganistão”, diz a nota divulgada pelo Itamaraty.

O atentado aconteceu em um centro de comando do Exército a poucos quilômetros de Mazar-e Sharif, capital de Balkh.

As informações são de que um grupo de talibãs aproximou-se de três veículos militares portando documentos falsos e lançou um projétil contra a entrada da base militar.

Ataque – O ataque de sexta-feira (21) por um grupo de talibãs vestidos como militares contra uma base do Exército afegão provocou a morte de pelo menos 140 pessoas e deixou 160 feridos, segundo informado oficialmente hoje (22).

O atentado aconteceu em um centro de comando do Exército a poucos quilômetros de Mazar-e Sharif, capital de Balkh, quando um grupo de talibãs aproximou-se de três veículos militares portando documentos falsos e lançou um projétil contra a entrada da base militar.

Em seguida, dez homens do grupo dirigiram-se a uma mesquita dentro da base, onde soldados participavam das tradicionais orações de sexta-feira antes da ceia, conforme informou o presidente do Conselho Provincial de Balkh, Mohammad Ibrahim Jair Andesh à agência alemã de notícias DPA.

Os talibãs, por sua vez, asseguram ter matado e ferido mais de 500 soldados. O grupo jihadista indicou que quatro autores do ataque eram antigos soldados que haviam servido naquela base e, portanto, conheciam as instalações. As informações ainda não foram confirmadas.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação