Aumenta o número de aposentados na região Nordeste, segundo o Ipea

0
746

O número de idosos beneficiários de aposentadoria na região Nordeste cresceu. A proporção de pessoas com 60 anos ou mais recebendo benefício previdenciário passou de 71,9% em 1992 para 79,2% em 2015. A população aposentada com menos de 60 também aumentou – foi de 2,2% para 2,8% no mesmo período. A informação é do estudo divulgado nesta semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que mostra os efeitos do envelhecimento da população no setor e trata da aposentadoria precoce.

De acordo com a pesquisa, o número de aposentados no Brasil passou de 8,2% para 14,2% entre 1992 e 2015. E a tendência é que esse número cresça, já que a população idosa aumentou 16% em quatro anos. Outro dado destacado no estudo foi o do aumento da expectativa de vida, que pode gerar impacto caso a situação da Previdência Social continue como está.

“O envelhecimento já está tendo impacto e isso implica a necessidade de ajustes. O aspecto positivo é que esse ajuste pode ser feito, eliminando o que a gente chama de componentes regressivos no sistema previdenciário, que são componentes que pioram a distribuição de renda”, afirma o coordenador de Previdência Social do Ipea e autor do estudo, Rogério Nagamine.

Número de idosos aumentou 16% em quatro anos, segundo IBGE

No Ceará, a expectativa de vida aumentou. Em 2015, a população local vivia até 73,6 anos. No ano passado, passou para 73,8. Dentro da região Nordeste, foi o que apresentou a terceira maior expectativa, ficando atrás somente do Rio Grande do Norte e de Pernambuco.

“Isso é um ponto muito positivo, porque isso foi uma conquista social, conquista do povo brasileiro em conseguir ter uma expectativa de vida maior. Para se ter ideia, em 1940 a expectativa de vida era de 45,5 anos, aproximadamente”, comenta o especialista em finanças Marcos Melo.

O que também preocupa o especialista é que esse envelhecimento possa causar desequilíbrio nas contas públicas. “Um dos fatores que causam esse desequilíbrio da previdência é um dado muito positivo, que é o aumento da expectativa de vida do brasileiro.”

(Agência Rádio Mais)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação