Banco do Nordeste supera R$ 20 bilhões em operações de crédito no primeiro semestre

0
201

Investimentos no Maranhão cresceram 25% no período

O primeiro semestre do ano configurou um período recorde em investimentos para o Banco do Nordeste, que registrou R$ 20,3 bilhões aplicados na economia regional. Os números correspondem a créditos que beneficiam empreendedores e empreendimentos de todos os portes situados na área de atuação do Banco e superam em 11,3% aqueles relativos ao mesmo período do ano passado, quando o BNB contratou R$ 18,2 bilhões.

O Banco do Nordeste é operador exclusivo do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e soma R$ 12,5 bilhões do funding aplicados de janeiro a junho deste ano, em mais de 320 mil operações.

“Atuamos conscientes do nosso papel de fomento à economia regional e os números traduzem o empenho do Banco na sua missão de oferecer o crédito e se doar de maneira íntegra e integral ao desenvolvimento da nossa região”, afirma o presidente do Banco, Romildo Carneiro Rolim.

No Maranhão, a crescente de investimentos da instituição financeira foi ainda mais elevada. Até o final do mês de junho, empreendimentos urbanos e rurais, de todos os portes econômicos e setores produtivos, receberam investimentos que somaram R$ 2,36 bilhões do Banco do Nordeste, o que significa crescimento de 25% se comparado ao primeiro semestre de 2020. O volume de recursos foi distribuído em mais de 233,5 mil operações de crédito.

Microcrédito – Mesmo em meio às dificuldades econômicas geradas pela pandemia da Covid-19, os segmentos de microcrédito registraram grandes destaques em incrementos de investimentos no Maranhão. Com o Crediamigo e o Agroamigo, seus programas de microfinança urbana e rural, o Banco do Nordeste investiu R$ 697,6 milhões no território maranhense, o que representa crescimento de 26% no primeiro semestre deste ano, se comparado a igual período de 2020.

Microempreendedores urbanos receberam mais de R$ 697,5 milhões por meio do Crediamigo, enquanto pequenos produtores rurais somaram R$ 159,4 milhões financiados pelo Agroamigo, nos seis primeiros meses deste ano.

Em toda a área de atuação do BNB, foram aplicados mais de R$ 8 bilhões, de janeiro a junho de 2021, junto a microempreendedores. Somente com o Crediamigo, o Banco contratou R$ 6,4 bilhões, o que traduz incremento de R$ 30,06% em relação ao mesmo período de 2020. Foram 2,2 milhões de operações com microempreendedores urbanos apenas no semestre.

Nesse período, ganharam destaque as implantações da assinatura digital de contratos e da função Pix para pagamento, transferência e recebimento no APP Crediamigo, além do lançamento do Crediamigo Delas, produto destinado a financiar investimento e capital de giro para mulheres empreendedoras que atuam nos setores formal e informal da economia.

Já no campo, com o Agroamigo, o BNB soma R$ 1,6 bilhão investido em 299,8 mil operações, 28,5% a mais em termos de valores em relação a 2020. Os números traduzem benefícios em crédito a agricultores familiares que possuem Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), a DAP, ativa. No período, o destaque foi o lançamento do AgroamigoNet, estratégia de financiamento de kits de conectividade rural, visando impulsionar a inclusão digital dos agricultores familiares, e o WhatsApp Agroamigo (85 – 9 9965-0300), solução que padroniza e qualifica o atendimento remoto aos produtores.

Infraestrutura – Dentre os diversos segmentos produtivos que receberam recursos do BNB, o setor de infraestrutura foi responsável por importante fatia dos investimentos recebidos. Com recursos do FNE, empreendimentos do Maranhão foram financiados com R$ 639 milhões.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação