Jair Bolsonaro admite pela primeira vez que pode disputar a reeleição e “todos vão votar”

0
616

AQUILES EMIR

Pela primeira vez o presidente Jair Bolsonaro (PSL) admitiu a possibilidade de disputar a reeleição em 2022, e manifestou convicção de que “todos votarão” nele. A revelação foi feita em Eldorado, cidade do interior de São Paulo, onde foi criado e que visitou na manhã desta quinta-feira (20), antes de participar para Marcha para Jesus, na capital paulista.

Falando para dezenas de moradores que foram ao seu encontro no centro da cidade, Bolsonaro fez um discurso de improviso  no qual agradeceu os votos recebidos em 2018. “Meu muito obrigado a quem votou e a quem não votou em mim também. Lá na frente todos votarão, tenho certeza disso”, deu a senha de que vai tentar um segundo mandato.

No discurso, Bolsonaro disse que quer mudar o Brasil, “junto com vocês”, e acrescentou que somente com o apoio da população pode fazer as mudanças, como pode ser visto no vídeo postado por uma moradora da cidade.

Mais tarde, em São Paulo, ele voltou a tratar do assunto ao ser provocado por jornalistas. Bolsonaro disse que descarta um segundo mandato se houver “uma boa reforma política”, mas se isto não ocorrer se colocará à disposição dos eleitores.

“Se tiver uma boa reforma política eu posso até, nesse caldeirão, jogar fora a possibilidade de reeleição. Posso jogar fora isso aí. Agora, se não tiver uma boa reforma política e se o povo quiser, estamos aí para continuar mais quatro anos,”  disse o presidente, que na campanha dizia ser contra a reeleição.

Além de dizer que era contra a reeleição, Bolsonaro dizia que já havia aberto negociação com o Congresso Nacional, para quando assumir, fazer a reforma política. Chegou até a afirmar que pretendia ser o primeiro a não ter direito à reeleição após sua institucionalização em 1998.

(Com informações da Folha de São Paulo)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação