Bolsonaro chama Sergio Moro de Judas ao compartilhar um novo vídeo sobre instantes antes do atentado que sofreu em Juiz de Fora

0
1067

AQUILES EMIR

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou na manhã deste sábado (02) em sua conta no Twitter um vídeo que mostra um suposto envolvimento de pelo menos mais três pessoas no atentado de Juiz de Fora (MG), em setembro de 2018, quando foi atingido com uma facada no abdomen por Adélio Bispo. Até hoje, a Polícia Federal afirma que o autor do atentado agiu sozinho e a Justiça decretou sua insanidade mental para interná-lo num hospício em vez de mandá-lo cumprir a pena num presídio.

Na postagem, o presidente chega a chamar, indiretamente, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro de traidor, ao indagar se “o Judas que hoje deporá, interferiu para que não se investigasse”. Sergio Moro presta depoimento neste sábado na Polícia Federal, em Brasília, para explicar as acusações de que Bolsonaro queria interferir politicamente na PF.

No dia 24 de maio, quando respondeu as denúncias de Moro, Bolsonaro mencionou os apelos que fez ao ex-ministro para que investigasse quem quis matá-lo, mas nunca foi atendido, pois estava mais preocupado em saber quem matou a ex-vereador Marielle Franco (PSol) do Rio de Janeiro.

No vídeo, há o comentário de um técnico de informática que vai detalhando o que se passa próximo a Bolsonaro momentos antes da facada, quando ouvem-se vozes pedindo calma a Adélio e em outro momento um deles dizendo “agora, Adélio”. Ouve-se também o comentário de um dos três dizendo que aqui estava um inferno. Verifica-se ainda que houve um momento em que Bolsonaro ficou lado a lado com Adélio, que certamente não agiu porque não havia espaço para movimentar o braço para atingir o alvo com força.

Eis a postagem do presidente:

Jair M. Bolsonaro 

@jairbolsonaro

  • Os mandantes estão em Brasília?
  • O Judas, que hoje deporá, interferiu para que não se investigasse?
  • Nada farei que não esteja de acordo com a Constituição. .Mas também NÃO ADMITIREI que façam contra MIM e ao nosso Brasil passando por cima da mesma.

Assista ao vídeo

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação