Jair Bolsonaro chega a quase 70% de preferência do eleitorado mineiro

0
670
O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, fala à imprensa após gravação de campanha, no bairro Jardim Botânico, Rio de Janeiro.

O Instituto Paraná divulgou nesta sexta-feira (12) uma pesquisa sobre intenções de votos para presidente da República e governador de Minas Gerais em que os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Romeu Zema (Novo) aparecem como prováveis eleitos com cerca de 70% dos votos. A pesquisa foi realizada de 9 a 10 de outubro junto a 1.750 pessoas em 82 municípios mineiros.

Segundo o instituto, a margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

De acordo com o número, Bolsonaro, se a eleição fosse hoje, receberia 69,6% dos votos válidos no estado e Fernando Haddad (PT) ficaria com 30,4%. Minas Gerais o segundo maior colégio eleitoral do país e no meio político sempre se diz que quem vence no estado vence no Brasil.

Considerando as intenções de voto no geral, o candidato do PSL aparece com 58,9% das intenções do eleitorado mineiro. O petista tem 25,8%. Os que não votariam em nenhum seriam 10,2% e os que ainda não sabem seriam 5,3%.

No quesito rejeição, 61,8% dizem que não votariam em Haddad de jeito nenhum, enquanto 20,3% garantem que votariam com certeza no petista, O índice dos indecisos varia de 16,6% e 15,8% para o militar e o petista, respectivamente. Ainda segundo a pesquisa, 72,5% dos mineiros acreditam que Bolsonaro deve ganhar a eleição para presidente. Apenas 17,3% opinaram pela vitória de Haddad.

Resultado de imagem para zema

Governador – Na disputa pelo Governo do Estado, Romeu Zema lidera com 73,6%, 47 pontos percentuais a mais que o senador Antônio Anastasia (PSDB), que receberia 26,4% dos votos válidos.

Considerando as intenções de voto no geral, Zema tem 64,7% e Anastasia 23,1%. Sobre a certeza do votos, 53,4% disseram quem votariam com certeza no candidato do Novo e 17,7% não votariam de jeito nenhum. Já em relação a Anastasia, 15,3% votariam com certeza 52,2% não votariam de jeito nenhum.

(Com dados do Instituto Paraná)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação