Bolsonaro come cachorro quente em rua de Brasília e ouve palavras de apoio e protestos

0
597

O presidente Jair Bolsonaro voltou a provocar aglomerações na noite deste sábado (23), em Brasília, após visita ao filho Renan, também conhecido como 04, e parar para comer cachorro quente na rua. Ele disse que a maior recompensa que tem no cargo é ser reconhecido pela população.

“Quero entregar esse Brasil melhor para quem me suceder no futuro”, afirmou ao deixar o prédio onde mora o filho Jair Renan Bolsonaro, conhecido como “04”. Ao sair do local, o presidente foi cercado por apoiadores que o receberam aos gritos de “mito”.

Um deles afirmou que o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, que foi tornado público ontem após decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), seria o “vídeo da reeleição” do presidente.

Antes de visitar o filho Jair Renan, Bolsonaro esteve com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Na saída do apartamento do ministro, Bolsonaro também chegou a cumprimentar apoiadores, mas ouviu entre os tradicionais gritos de “mito” também outros de “fora Bolsonaro”, além de xingamentos.

Sobre o encontro com Ramos, o presidente disse que foi um “bate papo”. “Conheço Ramos desde 1973, velho amigo meu. Foi um bate papo, praticamente falar da vida e dos problemas”, revelou.

O passeio foi transmitido nas redes sociais  do presidente e no vídeo é possível ouvir o som de um panelaço contra Bolsonaro. Também foram regitrados gritos de assassino e outras ofensas, mas não fica claro se foram dirigidas ao presidente ou era uma discussão entre apoiadores e opositores do presidente.

Questionado se estava retornando para o Palácio da Alvorada, o presidente disse que não tem rotina, que gosta de sentir o clima, sentir o povo. Em seguida, o comboio presidencial deixou o local e mais adiante o presidente parou para comer cachorro-quente na rua.

(Com informações da Jovem Pan e Congresso em Foco e imagem do Facebook)

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação