Presidente diz que empresários devem pressionar governadores para retomar economia

0
405
(Brasília - DF, 14/05/2020) Videoconferência com Paulo Skaf, Presidente da Federação das Indústrias do estado de São Paulo - FIESP; e empresários. Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta quinta-feira(14) com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e empresários para tratar das questões econômicas em meio à pandemia de covid-19 no Brasil. Os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Walter Braga Netto, também participaram da reunião virtual, a partir do Palácio do Planalto.

Bolsonaro ouviu pedidos pela reabertura do comércio e disse que, se dependesse dele, o país adotaria o isolamento vertical, ou seja, apenas de pessoas do grupo de risco da covid-19, como idosos e portadores de comorbidades. Ele chegou a sugerir que o setor econômico pressionem os governos estaduais para reabrir as empresas.

O presidente fez duras críticas ao governador de São Paulo, João Doria, que seria um dos maiores responsáveis pela paralisação do país. “Um homem está decidindo o futuro de São Paulo, decidindo o futuro da economia do Brasil”, afirmou Bolsonaro, que pediu pressão dos empresários para que haja reabertura da economia. “Os senhores, com todo o respeito, têm que chamar o governador e jogar pesado. Jogar pesado, porque a questão é séria, é guerra.”

Bolsonaro lembrou ainda que todos precisam jogar de forma aberta. “Nós temos que mostrar a cara, botar a cara para apanhar. Porque nós devemos mostrar a consequência lá na frente. Lá na frente, eu tenho falado com o ministro Fernando [Azevedo], da Defesa… os problemas vão começar a acontecer. De caos, saque a supermercados, desobediência civil. Não adianta querer convocar as Forças Armadas porque não existe gente para tanta GLO [Garantia da Lei e da Ordem].”

Em seu perfil no Twitter, após a reunião, o presidente fez um resumo do enconto.“Reunião virtual com os maiores empregadores do Brasil. O cenário é preocupante. Uma economia devastada afetará diretamente na saúde. Se verdadeiramente prezamos pela vida e bem-estar, devemos evitar um desastre ainda maior que o vírus. Saúde e comida na mesa andam juntos!”, escreveu.

Autoridades de saúde orientam a população e os governos a adotar as medidas de isolamento e distanciamento social como forma de prevenção à disseminação do novo coronavírus. Como ainda não há vacina nem remédio, comprovado cientificamente, contra a covid-19, a orientação visa a frear a transmissão do vírus para evitar que os sistemas de saúde fiquem sobrecarregados e consigam atender a todas as pessoas que venham a ficar doentes.

A Fiesp divulgou a lista dos empresários presentes na teleconferência:

  • Abílio Diniz, Presidente do Conselho de Administração da Península Participações;
  • André Bier Gerdau Johannpeter, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Gerdau;
  • Carlos Alberto de Oliveira Andrade, Presidente do Grupo Caoa;
  • Carlos Sanchez, presidente do EMS;
  • Carlos Zalenga, presidente da GM América do Sul;
  • Christian Gebara, presidente e CEO da VIVO;
  • Constantino Junior, presidente do Conselho de Administração da Gol Linhas Aéreas;
  • Dan Ioschpe, presidente do Conselho de Administração da Iochpe-Maxion;
  • Edgard Corona, presidente do Grupo Bio Ritmo/Smart Fit;
  • Elie Horn, fundador e presidente do Conselho de Administração da Cyrela;
  • Eugênio De Zagottis, vice-presidente do grupo Raia Drogasil;
  • Eugênio Mattar, presidente da Localiza;
  • Fernando Cestari de Rizzo, diretor-presidente da Tupy;
  • Fernando Galletti de Queiroz, presidente da Minerva Foods;
  • Flavio Rocha, presidente das Lojas Riachuelo S.A.;
  • Francisco Gomes Neto, presidente da Embraer;
  • Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil;
  • João Carlos Brega, presidente da Whirlpool América Latina;
  • João Guilherme Sabino Ometto, vice-presidente do Grupo São Martinho;
  • John Peter Rodgerson, presidente da Azul Linhas Aéreas Brasileira;
  • José Roberto Ermirio de Moraes Filho, membro do Conselho de Administração da Votorantim;
  • Juliana Azevedo, Presidente da Procter & Gamble Brasil;
  • Lorival Nogueira Luz Junior, CEO da BRF;
  • Luiz Carlos Trabuco, presidente do Conselho de Administração do Bradesco;
  • Marcos Lutz, diretor-presidente da Diretoria Executiva da Cosan;
  • Noel Prioux, presidente do Carrefour;
  • Patrick Mendes, CEO do grupo Accor;
  • Paulo Moll, diretor da Rede D’Or;
  • Paulo Skaf, presidente da Fiesp;
  • Paulo Souza, presidente da Cargill no Brasil;
  • Raúl Padilla, presidente da Bunge;
  • Roberto Fulcherberguer, CEO da Via Varejo S/A – Casas Bahia;
  • Rogélio Golfarb, vice-presidente para América do Sul da Ford;
  • Rubens Menin Teixeira de Souza, presidente do Conselho de Administração da MRV Engenharia;
  • Rubens Ometto, presidente do Conselho de Administração da Cosan;
  • Salo Davi Seibel, presidente do Conselho de Administração da Duratex S/A;
  • Thierry Fournier, presidente da Saint Gobain para o Brasil, Argentina e Chile;
  • Victorio De Marchi, presidente da AmBev;
  • Wesley Batista Filho, presidente de Operações na América Latina da JBS.

(Com informações da Agência Brasil e UOL)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação