Jair Bolsonaro visita Serra da Capivara, no Piauí, e leva serviço de abastecimento d´água para Bahia

0
362
Presidente da República, Jair Bolsonaro durante visita ao Parque Nacional da Serra da Capivara.

Na Bahia, onde entregou serviços de abastecimento d´água, Bolsonaro diz que precisa do Congresso para resolver problemas do país

No Parque Nacional da Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, no Sul do Piauí, o presidente Jair Bolsonaro conheceu, nesta quinta-feira (30), os maiores e mais antigos sítios arqueológicos das Américas. No local exitem cerca de 35 mil desenhos rupestres espalhados por mais de 1.300 sítios que registram a presença do homem pré-histórico no continente americano há cerca de 48 mil anos. O parque é considerado patrimônio cultural da humanidade.

“É um país maravilhoso. Ninguém tem o que nós temos. O nosso foco é descobrir para muitos brasileiros uma região tão linda como essa”, disse Bolsonaro ao visitar pela primeira vez a Serra da Capivara. 

O presidente também visitou o Museu da Natureza, que faz parte do complexo do Parque Nacional da Serra da Capivara e conta a história do território desde a época dos dinossauros até os dias atuais.

Durante a visita foi anunciado um investimento do governo federal de cerca de R$ 6,5 milhões para incentivar o turismo na região. Os recursos vão ser aplicados principalmente na pavimentação de rodovias e na reforma do centro de visitantes do parque.

Para o presidente Bolsonaro é preciso mostrar para o mundo as belezas do Brasil.

“Nenhum país do mundo tem o potencial para o turismo que nós temos. Estávamos indo muito bem ano passado, lamentavelmente veio a epidemia. Nós preparamos agora, com o ministro Marcelo Álvaro Antonio, do Turismo, voltar ao que éramos ano passado, para que, se Deus quiser, final do ano que vem, a gente consiga colocar o turismo, no Brasil, no lugar que ele merece, no tocante ao seu potencial turístico”, afirmou o presidente. 

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, que também visitou o parque, disse que os investimentos do governo são necessários para atrair mais visitantes para o nordeste. Para facilitar o acesso a região, o governo federal ajudou a desenvolver o projeto para a instalação de um aeroporto internacional na cidade de São Raimundo Nonato, onde fica a sede do Parque Nacional da Serra da Capivara.

Apoio – Na Bahia, onde entregou o Sistema de Abastecimento de Água, na cidade de Campo Alegre de Lourdes, o presidente disse que precisa do apoio do Congresso Nacional para resolver os problemas do Brasil.

“Já ouvi de parlamentares e prefeitos alguns problemas da região, esses problemas quem vai resolver não é o Jair Bolsonaro sozinho, vai ser ele e o Parlamento brasileiro”, disse, durante a entrega do Sistema de Abastecimento de Água, na cidade de Campo Alegre de Lourdes, na Bahia.

Bolsonaro disse que, ao chegar à Presidência, buscou parcerias dentro da Câmara dos Deputados e do Senado Federal para levar adiante os seus projetos para o país.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participa da cerimônia de acionamento do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Campo Alegre de Lourdes na Bahia

“Começamos enfrentando uma pandemia, ninguém esperava isso, mas ela veio e nós fizemos todo o possível para que seus efeitos fossem minorados. Mas fizemos isso tendo ao nosso lado valorosos senadores e deputados”, disse, destacando a presença de parlamentares da bancada da Bahia na cerimônia desta quinta-feira.

O presidente elogiou o trabalho realizado pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o seu empenho em retomar as obras paradas e atender o povo do Nordeste.

Abastecimento – De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, mais de 40 mil moradores serão atendidos na região com o novo sistema de abastecimento, incluindo áreas rurais. O investimento do governo federal na obra foi de R$ 90 milhões, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

A região integra o chamado Polígono da Seca. A captação ocorre no lago de Sobradinho, do Rio São Francisco, no município de Pilão Arcado, e a estrutura cruza diversos povoados até chegar a Campo Alegre de Lourdes. No total, 71 comunidades serão beneficiadas nos dois municípios. Na sede e povoados, o abastecimento será domiciliar; em algumas regiões da zona rural, será por chafariz de uso comunitário, instalado em pontos estratégicos.

A obra, que possui 477 quilômetros de adutoras e redes de distribuição, é composta por uma Estação de Tratamento de Água, seis estações elevatórias, duas de pressurização, seis poços de sucção, seis reservatórios elevados e outros seis apoiados, quatro casas de cloração, além de mais de 8 mil ligações domiciliares. A estrutura é operada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

Após o evento, o presidente Bolsonaro seguiu para São Raimundo Nonato, no Piauí, onde visitará o Parque Nacional da Serra da Capivara e o Museu da Natureza.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui