Botafogo agrava crise do Vasco, Atlhetico massacra Fluminense, Santos derrota Ceará e São Paulo empata com Cruzeiro

0
374

No clássico carioca deste domingo pela Série A do Campeonato Brasileiro, o Botafogo derrotou o Vasco por 1 a 0, no Nilton Santos. Com gol de Diego Souza, o time da estrela solitária a quarta vitória na competição, enquanto o cruzmaltino segue sem vencer e pior: na lanterna.

O Botafogo jogou mais com a bola no primeiro tempo (66% de posse contra 34%), mas quem atacou com mais perigo foi o Vasco. O Cruz-Maltino teve ao menos duas chances de abrir o placar. A primeira foi aos 24 minutos, quando Marrony cabeceou sozinho bola que veio de escanteio, mas Gatito fez grande defesa. Dez minutos depois, Rossi chegou em velocidade e cruzou rasteiro da linha de fundo: Tiago Reis apareceu batendo de primeira e mandou na trave.

O Vasco seguiu melhor na volta do intervalo. Mas quem abriu o placar foi o Alvinegro. Na marca dos 12 minutos, Pimpão cruzou para Diego Souza, que matou no peito e bateu de primeira para estufar as redes.  Aos 26 minutos, o Botafogo por pouco não ampliou em cabeceio de Cícero, mas a bola foi para fora. O Cruz-Maltino foi para o tudo ou nada nos últimos minutos. Porém, o Alvinegro se segurou lá atrás e manteve o resultado.

Nos jogos das 16h, o Santos foi a Fortaleza e venceu o Ceará, o Atlhetico Paranaense atropelou o Fluminense na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), e São Paulo e Cruzeiro empataram em São Paulo.

Com o Estádio Castelão lotado, o Santos não deu moleza aos donos da casa e venceu por 1 a 0, com gol de Eduardo Sasha e somou 14 pontos. O placar foi mexido aos seis minutos do segundo tempo. Eduardo Sacha recebeu cruzamento de Sánchez, ganhou da defesa e empurrou para o fundo do gol.

Empate – No Pacaembuco, em São Paulo, em jogo equilibrado, São Paulo e Cruzeiro empataram em 1 a 1. Alexandre Pato abriu o placar para o tricolor, ainda no primeiro tempo. Já na etapa final. Thiago Neves acertou linda cobrança de falta e deixou tudo igual.

O primeiro gol saiu aos 14 minutos: Reinaldo deu lindo passe para Pato, que livre bateu da meia-lua, sem chances para Fábio. Na marca dos 22 minutos do segundo tempo, Thiago Neves bateu falta com enorme categoria, no ângulo esquerdo de Volpi, sem chances para o goleiro tricolor.

Furacão – Na Arena da Baixada, na capital paranaense, o Atlhetico recebeu o Fluminense e venceu por 3 a 0. Os foram marcados por Lucho González, Rony e Marcelo Cirino. Os donos da casa foram para o intervalo com dois gols de vantagem e com um jogador a mais, já que Airton foi expulso depois de entrar forte sobre Bruno Guimarães, recebendo o vermelho direto.

O Athletico abriu o placar aos 20 minutos, quando Lucho González apareceu entre os zagueiros e completou de cabeça para o gol. Aos 37, ampliou em jogada bem parecida: Marcio Azevedo cruzou pela esquerda, Rony se antecipou aos zagueiros e, de cabeça, ampliou o marcador. Aos 38, Cirino fechou o placar quando arriscou de fora da área. A bola desviou em Yuri e enganou Rodolfo, morrendo no fundo das redes.

(Com dados da CBF e imagens de Thiago Ribeiro/AGIF, Pedro Chaves/AGIF e Mailson Santana/Fluminense)

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação