CNT pede que caminhoneiros tenham prioridade na vacinação contra covid-19

0
168

Sest e Senat coloca estrutura à disposição do Ministério da Saúde para aplicação de vacinas no país

O presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Vander Costa, encaminhou ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, um pedido formal para incluir os profissionais de todos os segmentos do transporte (rodoviário, ferroviário, aéreo, navegação e portuário) de cargas e de passageiros no grupo prioritário do plano de imunização da população brasileira contra a covid-19.

“Esses profissionais são os responsáveis pela prestação dos serviços de transporte de vacinas, pessoas, alimentos, medicamentos e outros suprimentos necessários para atravessarmos o momento crítico que se abateu sobre o país”, ponderou Vander Costa.

No ofício, o presidente da CNT ressaltou que as autoridades podem contar com a estrutura do Servico Social do Transporte (Sest) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), que dispõe de 157 unidades operacionais distribuídas em todo o território brasileiro, para a fase de aplicação das vacinas.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação