Revalida 2022 encerra inscrições da segunda fase nesta terça-feira

0
121

Provas de habilidades clínicas serão aplicadas nos dias 25 e 26 de junho

Encerram nesta terça-feira o prazo de inscrição para a segunda fase do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2022. Interessados devem se inscrever por meio do Sistema Revalida. A taxa de inscrição deve quitada até o próximo dia 20 de maio.

Para participar da segunda etapa, é necessário ter sido aprovado na primeira, que contempla as provas objetiva e discursiva. As referências do exame são os atendimentos no contexto de atenção primária, ambulatorial, hospitalar, de urgência, de emergência e comunitária, com base na Diretriz Curricular Nacional do Curso de Medicina, nas normativas associadas e na legislação profissional.

As provas da segunda fase do Revalida 2022 contemplam as habilidades clínicas dos participantes. Os testes serão aplicados dos nos dias 25 e 26 de junho. Os locais de aplicação, assim como quantidade de vagas disponíveis para esses lugares, serão informados aos participantes pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no momento da inscrição.

O Inep reforça ainda que caso o limite de uma determinada cidade for atingido, o sistema desabilitará a opção pelo local. Desta forma, o interessado deverá optar por outro lugar de preferência, conforme disponibilidade de vagas.

Os locais de prova podem sofrer modificações caso as condições logísticas e de segurança do exame sejam ameaçadas, conforme previsto em edital. Nesse caso, participante será realocado para uma cidade próxima que possua a estrutura e os requisitos adequados.

Aplicado desde 2011 pelo Inep, o Revalida busca subsidiar a revalidação, no Brasil, do diploma de graduação em Medicina expedido no exterior. O exame é composto por duas etapas (teórica e prática) que abordam, de forma interdisciplinar, as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina da família e comunidade (saúde coletiva). O objetivo é avaliar as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

(Agência Educa Mais Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação